Por causa do coronavírus
O bloqueio econômico criminoso dos Estados Unidos e do imperialismo em seu conjunto impede que Cuba e Venezuela tenham acesso a uma séria de equipamentos e remédios
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Cuba, May 26 to June 02 ; 2009
Bloqueio pode ser responsabilizado pelas mortes por Covid-19 em Cuba e na Venezuela. Foto: marcel601 |

Por Nuria Barbosa León, no Granma

Os membros da Comunidade do Caribe (Caricom) pediram o levantamento das sanções dos Estados Unidos contra Cuba e a Venezuela, já que todos os países devem ser parte do esforço global para combater a pandemia da Covid-19.

O dito anteriormente veio a público na Cúpula urgente, efetuada mediante videoconferência e convocada por Barbados, país que ocupa a presidência pro tempore desse bloco, que tratou da situação de saúde, a segurança alimentar e a proteção dos idosos perante a doença, bem como o reatamento das atividades após a epidemia.

Para ajudar na luta contra este agente patogênico, Cuba realiza um trabalho solidário mediante as suas brigadas do Contingente Henry Reeve, especializado em desastres e graves epidemias; e países da Caricom como Jamaica, Barbados, Antígua e Barbuda, Belize, Granada, Dominica, Santa Lúzia, São Cristóvão e Névis, Suriname, São Vicente e as Granadinas, contam com essas brigadas. Por outro lado, Trinidade e Tobago, Bahamas e o Haiti mantêm brigadas médicas cubanas, as que neste momento atendem a pacientes doentes com o coronavírus.

A pandemia registra mais de 1,5 mil doentes na região, número que poderia se elevar.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas