Universidade Marxista
O stalinismo, apesar de extinto junto com a URSS, ainda vigora junto da esquerda pequeno-burguesa, vide defesa intransigente da Frente Ampla
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
WhatsApp Image 2021-01-09 at 20.46.23
Cartaz de divulgação do curso com a clássica fotografia de Churchill, Roosevelt e Stálin em 1945 | Foto: Universidade Marxista | Reprodução

Teve início na última terça-feira (5) a 46ª Edição da Universidade Marxista do Partido da Causa Operária (PCO). Esta edição especial também substitui provisoriamente devido as condições sanitárias a tradicional Universidade de Férias do partido que é realizada de maneira presencial em conjunto com a Aliança da Juventude Revolucionária há mais de 20 anos.

Ainda durante a segunda aula ministrada na quinta-feira (7) o apresentador Henrique Áreas comunicou aos ouvintes que o evento havia atingido a marca histórica de 1000 inscritos!

O fato tem uma relevância política imensurável para toda a esquerda, isto porque o curso está tratando justamente da questão do Stalinismo sob uma ótica Marxista do problema. O curso ofertado pelo PCO é simplesmente o mais completo a respeito deste tema e está disponível não apenas na língua portuguesa como também em línguas estrangeiras.

Dividido em três partes, as aulas ministradas pelo presidente do PCO Rui Costa Pimenta, que além de acumular 40 anos da experiência política de construção de um partido revolucionário é também um dos maiores marxistas de nosso tempo tendo sido reconhecido internacionalmente inúmeras vezes.

O companheiro Rui também é lembrado pela sua capacidade de transmitir a ciência revolucionária de modo acessível a todos longe do estilo pedante dos intelectuais pequeno burgueses. O PCO acredita e defende que o estudo do marxismo não deve ser algo de outro mundo, mas sim uma forma de levar adiante para todo e qualquer trabalhador a compreensão concreta da sociedade.

O curso “O que foi o Stalinismo: uma análise Marxista” está abordando desde as atividades de Joseph Stalin (1878-1953) antes da revolução russa, como também o desenvolvimento da chamada burocracia stalinista, até seu fim, com a queda da União Soviética em 1991, um dos principais acontecimentos políticos, sociais e culturais que marcaram o século XX.

Dentre os agora mais de 1000 inscritos merece destaque ainda o fato de que o curso atingiu até o momento pelo menos 6 países do exterior, como Áustria, Estados Unidos, Finlândia, França, Holanda, entre outros.

O Partido da Causa Operária, além disso, está fazendo forte campanha entre dois setores fundamentais da luta política brasileira: a juventude e a classe operária, vindo justamente desses setores o maior número das inscrições!

Para o PCO a educação política é fundamental para a ação política prática. Como explicar Lenin em seu essencial livro “O que fazer?”, “Sem teoria revolucionária, não pode haver movimento revolucionário”. Dessa maneira, o partido traz em discussão um tema fundamental para o desenvolvimento da luta política, sobretudo no Brasil.

O stalinismo, por mais que tenha deixado de existir como fenômeno social ao fim da burocracia soviética, ainda permanece na ideologia da esquerda pequeno-burguesa de todo mundo. No Brasil, este fato é muito perceptível com o surgimento de um elemento chave da atual luta política: a frente ampla.

Com este desenvolvimento da luta, figuras declaradamente stalinistas passaram a ser infladas pela imprensa burguesa na tentativa de desorientar o movimento operário e atacar a vanguarda da luta revolucionária em ascensão nos dias de hoje: o trotskismo.

Nessa linha esclarecedora que se seguiram as duas primeiras aulas do curso oferecido pelo PCO. Nestes primeiros encontros foram abordadas principalmente as questões que dizem respeito à formação de uma burocracia no corpo do Estado, seja ele Operário ou não. Também foram apresentadas leituras que colocam o socialismo como o caminho inevitável para a libertação da humanidade da exploração do homem pelo homem.  Esta, a ciência imortal dos trabalhadores, forjada por Marx e Engels, é extremamente distinta daquilo que as forças políticas stalinistas levaram adiante na União Soviética ao transformarem a primeira experiência socialista mundial em um gabinete administrativo controlado por uma casta privilegiada.

Sendo assim, não há momento mais importante para debruçar-se sobre um tema como este. Junte-se aos agora mesmo aos mais de 1000 inscritos em todo o Brasil e o mundo. Tenha acesso à um material exclusivo, com textos, aulas e indicações produzidas totalmente online no site oficial do evento e que ficarão disponível por um ano para os participantes.

Para se inscrever na Universidade Marxista basta acessar o sítio na internet (universidademarxista.pco.org.br) e escolher nossas opções de plano de estudos. O curso que possui um valor simbólico de R$100,00 dá direito a todos os materiais e aulas ao vivo e gravadas. Além disso, você colabora estrategicamente e da forma mais coerente possível, ou seja, através da formação política, com o crescimento do único partido marxista e revolucionário do país.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas