Siga o DCO nas redes sociais

Dia de Luta do Povo Negro
Veja como foi o 20 de novembro, organizado pelo Coletivo João Cândido
Atividade foi um marco na organização do Coletivo de Negros João Cândido, do PCO
dia
Dia de Luta do Povo Negro
Veja como foi o 20 de novembro, organizado pelo Coletivo João Cândido
Atividade foi um marco na organização do Coletivo de Negros João Cândido, do PCO
Imagem ilustrativa da atividade.
dia
Imagem ilustrativa da atividade.

Neste 20 de novembro, como de tradição do Partido da Causa Operária, foram realizadas uma série de atividades em torno da data, que celebra a morte de Zumbi dos Palmares, liderança histórica do povo negro. 

No Dia de Luta do Povo Negro, como é chamado pelos integrantes do Coletivo João Cândido, a primeira atividade que deu o pontapé para o restante do dia foi um debate sobre Capoeira, luta do povo negro, onde foi discutido com o capoeirista Ednaldo, do “Centro de Capoeira Angola, Angoleiro Sim Senhor!”, do Mestre Plínio, uma série de questões interessantes sobre a dança/luta da Capoeira. O vídeo do debate pode ser visto logo abaixo:

Em seguida foi servido um delicioso Acarajé, típica comida negra brasileira, para as dezenas de pessoas que acompanhavam as atividades no Centro Cultural Benjamin Péret (CCBP), em São Paulo. O almoço, parte da atividade, foi saboreado pelos presentes, que aguardavam o debate político do dia, “Imperialismo, colonialismo, nacionalismo, e a independência africana”, que seria apresentado pelo companheiro Juliano Lopes, coordenador do Coletivo de Negros João Cândido.

Finalmente, após a deliciosa refeição, foi apresentado o debate referido acima. A exposição contou brevemente as origens da luta africana em torno de sua libertação. Foi falado, também, de uma série de tentativas de independência africana, e as políticas em torno do problema. Além disso, alguns casos de luta por independência foram separados, como foi a questão de Moçambique, na luta revolucionária de Samora Machel e Burquina Fasso, por meio de Tomas Sankhara, o “Chê” africano. Perguntas e outras curiosidades podem ser vistas por completo, na gravação do debate feita pela Causa Operária TV, confira:

Para encerrar esse dia de luta, foi lançada a revista João Cândido número 13, que conta com uma série de matérias de suma importância para aqueles que querem entender e intervir na luta do negro. Lançamento festejado através do samba do grupo Samba de Canto a Canto, composto por membros da tradicional escola de samba paulista, o VaiVai, que se apresentou, à noite, para encerrar as atividades do Dia de Luta do Povo Negro.

Todas as atividades marcam uma nova etapa de organização do Coletivo de Negros João Cândido, que se reúne aos sábados, às 16 horas, no CCBP, em São Paulo. E revelam, também, que existe enorme disposição de luta dos negros para derrotar o golpe de Estado e Jair Bolsonaro. 

Se você se interessou, basta entrar em contato para participar presencialmente, ou pela internet, através de aplicativos de reunião. Venha, participe, entre em contato, WhatsApp (11) 95208-8335