46ª Universidade de Férias
Nas duas primeiras aulas, Rui Costa Pimenta abordou o papel histórico do stalinismo e caracterizou o fenômeno da burocracia.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
maxresdefault-1-p0xm6b9v9zgeysj49c83txn4nyowc6zog6nzqyptls
Cartaz de divulgação do curso sobre o stalinismo | Reprodução

Na semana passada, as duas primeiras aulas do curso “Stalinismo: uma análise marxista” foram ministradas pelo companheiro Rui Costa Pimenta.

Na terça-feira (5), aconteceu a abertura do curso. Rui Costa explicou sobre a metodologia do curso e papel histórico do stalinismo de um ponto de vista geral.  Assista a aula nº 1: https://universidademarxista.pco.org.br/topic/aula-1-ao-vivo-comeca-as-1830/

O papel da burocracia e sua caracterização política e social foram discutidos na segunda aula, ministrada na quinta-feira (7).  Discutiu-se as principais características da burocracia stalinista, bem como do fenômeno da burocracia em geral nos países capitalistas e nos Estados Operários. Diversos exemplos históricos serviram para esclarecer o tema. Assista a aula nº2: https://universidademarxista.pco.org.br/topic/aula-ao-vivo-clique-aqui/

No total, a 46ª Universidade de Férias do Partido da Causa Operária bateu de mil inscritos. Isto significa uma vitória para o partido, que aumenta sua influência no interior da militância de esquerda. É urgente o esclarecimento político sobre o stalinismo, pois este assunto é um fator gerador de muita confusão. A imprensa capitalista e as instituições burguesas – escolas, universidades, partidos burgueses – levam adiante uma intensa propaganda para associar o stalinismo com o socialismo, de forma a gerar ceticismo e desilusão. A ideia é passar a impressão do socialismo ou comunismo como sinônimos de uma ditadura totalitária, repressão política, miséria, despotismo de uma burocracia parasitária e campos de concentração.

É preciso aproveitar esta oportunidade ímpar para se compreender o desenvolvimento histórico do século XX por um viés marxista. O companheiro Rui Costa Pimenta, presidente nacional do Partido da Causa Operária, acumula 40 anos de experiência de estudo e militância pela construção de um partido operário e revolucionário no Brasil. Os participantes podem interagir ao vivo com Rui Costa Pimenta durante a aula e enviar questionamentos.

O marxismo é uma ciência e precisa ser estudada e compreendida em seus fundamentos. A análise da dialética da luta de classes é a chave do marxismo. Como todo fenômeno social, o stalinismo tem raízes históricas, um desenvolvimento e evolução. No decorrer do curso, os motivos da degeneração da Revolução de Outubro, a essência da luta política que se travou na União Soviética contra  “o trotskismo” e o por quê da vitória da burocracia ficarão esclarecidos.

Lênin afirmava que “não existe movimento revolucionário sem teoria revolucionária”. O estudo do stalinismo não é um assunto para o passado, mas sim para a compreensão do presente. A experiência da União Soviética influenciou decisivamente a luta de classes no século XX e continua a influenciar no século XXI.

As inscrição ainda estão abertas! Todos os inscritos têm acesso às aulas gravadas no portal da Universidade Marxista (/universidademarxista.pco.org.br). A Biblioteca Socialista contém artigos de jornal, livros e folhetos escritos por Leon Trótski no contexto da luta política contra a burocracia stalinista. O estudo da literatura é um importante complemento para aprofundar a compreensão sobre o tema.

 

 

 

 

.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas