Menu da Rede

Não perca Rui Costa Pimenta ao vivo na COTV neste domingo

Às ruas

Como aprofundar e organizar o movimento para derrubar Bolsonaro?

Reproduzimos conteúdo do folheto distribuído hoje nos atos pelos militantes do PCO

PCO participa em peso nos atos pelo País, como em Porto Alegre – Foto: DCO

A mobilização nas ruas não está sendo feita para pressionar o governo e tampouco para servir de trampolim eleitoral para oportunistas. Além das reivindicações emergenciais, como a vacinação e um auxílio emergencial de verdade, o povo está mobilizado nas ruas para lutar pela derrubada imediata do governo Bolsonaro. Nenhuma manobra no Congresso vai resolver os problemas do País. Colocar o movimento a reboque de um eventual – embora improvável – impeachment seria o caminho para a derrota.

Como tornar a mobilização vitoriosa?

Em primeiro lugar, é preciso elaborar um plano de lutas, para o desenvolvimento das manifestações, que dê continuidade e desenvolva a mobilização, mantendo a população nas ruas até a derrubada do governo. 

Em segundo lugar, é preciso ampliar as mobilizações, levar os protestos para todos os cantos do País. No dia 29 de maio, cerca de 200 atos foram realizados. Nesse 19 de junho, mais de 400. É preciso seguir esse caminho: multiplicar os atos, organizar a luta em cada cidade, em cada Estado, em todas as regiões do País até o fim do regime genocida.

As pessoas e as organizações do movimento operário e popular que estão participando nos atos devem trabalhar para mobilizar as categorias de trabalhadores que estão sendo duramente atacadas, com particular atenção às ameaçadas pelas privatizações dos Correios, da Eletrobrás etc. Aleḿ disso, é necessário ir às comunidades e bairros operários fazer um trabalho de convocação dirigido à ampla massa de trabalhadores e oprimidos de nosso país.

Uma frente única da esquerda

As manifestações de rua são o resultado de uma ampla unidade, de uma frente única da esquerda. Para conseguir desenvolver e ampliar a mobilização, é preciso dar a essa frente única um caráter organizado.

Para isso, é necessário criar comitês de luta com a participação de todos os que queiram lutar, em todos os Estados, em todas as cidades e, inclusive, nos bairros das grandes cidades. É preciso realizar reuniões públicas.

A mobilização tem que ser a mais democrática possível, deve se basear no ativismo do movimento, nos que querem lutar, daí que os comitês devam ser organizados aos milhares, de Norte a Sul. Finalmente, para que a luta avance, é preciso que essa frente única se mantenha como uma frente única da esquerda. Ou seja: os partidos e organizações de direita têm que ficar de fora da organização da mobilização. 

Nesse sentido, levantamos algumas reivindicações fundamentais, que unem os trabalhadores da cidade e do campo, a juventude e todos os explorados na luta contra o regime golpista, 

  • Vacina para todos! Com a quebra das patentes e controle popular
  • Auxílio emergencial já! De, pelo menos, um salário mínimo enquanto a crise durar
  • Não à privatização dos Correios e da Eletrobrás. Reversão de todas as privatizações
  • Fim da violência policial! Dissolução da Polícia Militar
  • Não ao desemprego, redução da jornada de trabalho para 35 horas semanais
  • Estatização da saúde
  • Estatização da ensino, educação para todos
  • Não ao fechamento das universidades públicas, aumento da verba federal para as universidades
  • Direito a terra e moradia, em defesa das ocupações na cidade e no campo
  • Fim da ditadura dos bancos, estatização do sistema bancário
  • Fora Bolsonaro!
  • Por um governo dos trabalhadores!
  • Lula presidente!

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.