Menu da Rede

Florianópolis: Frente Fora Bolsonaro a serviço da desmobilização

Moralismo verde e amarelo

Como a burguesia tenta subverter o Fora Bolsonaro

Direita tenta tomar conta do movimento tirando-o das ruas e levando para as instituições que ela controla

Coxinhatos do golpe eram “contra a corrupção”, verde e amarelos e pediam o impeachment de Dilma – Foto: Antonio Milena

A campanha da burguesia está à todo o vapor. A tentativa é acabar com os atos populares pelo Fora Bolsonaro – isto é, na prática, acabar com o movimento pelo Fora Bolsonaro.

A tentativa gira em torno de tomar conta dos atos e levar a luta das ruas para as instituições, nas quais o povo não tem nenhum poder e quem manda é a direita.

Os jornais golpistas vêm publicando constantemente artigos que dizem para a esquerda abandonar a cor vermelha e introduzir o verde e amarelo (as cores da bandeira do Brasil) nas manifestações. Afirmam que os atos não podem ser apenas da esquerda, que precisam integrar empresários, partidos e grupos da direita. O mesmo dizem os políticos golpistas, como Joice Hasselmann e Alexandre Frota.

Assim, a burguesia tenta influenciar os setores da esquerda pequeno-burguesa frente-amplista e impor sua política à esquerda. Isso porque uma parte da esquerda se mostra propensa a essa imposição. Ela convidou Hasselmann, Frota e o MBL para reuniões e tem feito propaganda da bandeira do Brasil – como vemos o PSOL e o PCdoB publicarem nas redes sociais, ou como ouvimos de Iago Montalvão que deveríamos bater continência para a bandeira brasileira.

Foi assim que a burguesia conseguiu destruir os gigantescos atos de junho de 2013. Infiltrou seus elementos que gritavam “sem partido” e “abaixa essa bandeira e levanta a do Brasil”, elementos fascistas que tomaram as manifestações de assalto e as transformaram nos coxinhatos que insuflaram o impeachment de Dilma, a prisão ilegal de Lula e, finalmente, serviram de base eleitoral para a eleição fraudulenta de Bolsonaro.

Hoje, como a direita que deu o golpe em 2016 e é a principal responsável pela situação catastrófica do País finge-se de democrática, o impeachment que a direita pede é o de Bolsonaro. Mas não se trata de um impeachment como foi o de Dilma, a consolidação da tomada do poder pela oposição. Agora, a direita fala em impeachment de Bolsonaro para combater principalmente a mobilização de rua, muito mais do que o próprio Bolsonaro. Afinal, não é garantido que o Congresso votaria e muito menos aprovaria a queda do presidente fascista, sendo ele dominado em sua maior parte pelo bolsonarismo. Se as massas deixarem a luta nas ruas para apreciar a votação no Congresso (que seria muito difundida na imprensa burguesa, justamente para impedir a ação nas ruas), Bolsonaro vencendo a votação simplesmente derrotaria toda a luta contra ele e não haveria reação uma vez que as ruas teriam sido propositalmente esvaziadas.

Para impulsionar o impeachment a fim de desviar a luta para as instituições, na semana passada a burguesia iniciou uma campanha mais forte em torno da corrupção do governo, utilizando-se da CPI da Covid. Logo agora que o povo está nas ruas querendo derrubar Bolsonaro nas ruas, a direita aparece com o “combate à corrupção”.

Fica cada vez mais claro que é uma tentativa de repetir a farsa de 2013. Verde e amarelo, impeachment e corrupção: eis as armas demagógicas e moralistas da burguesia, da direita golpista e, finalmente, do próprio bolsonarismo. Já vimos onde foi parar a “luta contra a corrupção” do pato da Fiesp: na ascensão do fascismo.

Abrir as manifestações para a direita é, por fim, justamente abrir novamente fechar as portas para o povo e abri-las para o fascismo.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.