Mobilização popular
Os comitês de luta têm como objetivo fomentar a luta política em favor da classe operária pelo único meio possível que é a mobilização das massas em torno dos seus interesses

Por: Redação do Diário Causa Operária

No ultimo domingo (14), aconteceram os mutirões de rua em torno da mobilização dos trabalhadores por fora Bolsonaro e Lula presidente, com faixas estendidas com estas palavras de ordem, bancas para venda de materiais e rifas que sustentam as atividades.

Também foram distribuídos panfletos e adesivos e coletadas assinaturas  no abaixo assinado para a restituição dos direitos políticos de Lula, além da venda do Jornal Causa Operária. Os mutirões aconteceram em dezenas de cidades do Brasil e do exterior e estão sendo organizados pelos Comitês de Luta e pelo Partido da Causa Operária (PCO). Os comitês de luta têm como seu principal objetivo nas suas discussões e atividades fomentar a luta política em favor da classe operária pelo único meio possível que é a mobilização das massas. Os mutirões fazem um trabalho de agitação e propaganda do programa dos trabalhadores que no momento encontra sua principal expressão na luta contra o golpe de estado de 2016 e nas palavras de ordem “Fora Bolsonaro” e “Lula Presidente.

O golpe imperialista no Brasil foi sobretudo um ataque aos direitos do povo e como bem ficou demonstrado nos anos que sucedem o golpe, serviu para tirar dos trabalhadores qualquer mínimo poder de iniciativa dentro do estado e para avanças em uma ofensiva cada vez mais dura da burguesia contra o povo trabalhador. A pandemia é um retrato desta luta política onde o povo está sendo massacrado: Já se passaram mais de um ano desde o início da pandemia e nenhuma medida concreta foi tomada no sentido de reverter a situação, muito pelo contrário. Em um dos momentos mais críticos que a população vem enfrentando com a crise sanitária e econômica, tudo que o Estado burguês comandado pelos golpistas tem feito é aumentar os ataques à população, com mais desemprego, mais miséria, mais repressão, mais censura e um verdadeiro genocídio com mais 270 mil mortes. A única arma que os trabalhadores possuem contra a burguesia é efetivamente a sua organização e mobilização em torno dos seus direitos e interesses fundamentais, é neste sentido que os comitês de luta atuam: agrupando, organizando e mobilizando os trabalhadores contra os seus verdadeiros inimigos e em favor dos seus interesses.

Esse foi o primeiro domingo desde que o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu anular os processos contra o ex-presidente Lula no âmbito da Operação Lava Jato. Embora a burguesia tenha sido forçada a isso, de modo a tentar conter a crise cada vez maior das instituições golpistas, o fato é que, agora, Lula se encontra elegível. Trata-se de uma importantíssima vitória dos trabalhadores e da esquerda de conjunto.

Por um lado, a anulação dos processos mostrou que a candidatura de Lula é viável e que, portanto, a esquerda deve se unir em torno dela. Lula é o maior líder popular do País e o único que tem condições de disputar, de um ponto de vista eleitoral, contra os candidatos da burguesia. Como Lula é amplamente apoiado pelo movimento de luta contra o golpe em geral, a campanha em torno de sua candidatura levará a um avanço da luta contra o golpe e poderá permitir que os trabalhadores liquidem o regime golpista.

Por outro lado, é preciso ter claro que a anulação é temporária. A decisão de Fachin é monocrática e ainda será confirmada pela segunda turma e pelo plenário. Independentemente disso, a direita poderá impedir a candidatura de Lula de outra maneira, como por meio de um golpe militar. Para garantir de fato os direitos de Lula, é preciso sair às ruas em campanha por Lula candidato e Lula presidente. 

Os mutirões, que são parte dessa campanha em defesa de Lula, aconteceram em todas as regiões do país e no exterior. Veja abaixo algumas fotos dos nossos mutirões e comitês:

É por este cenário de ataques ao povo que as atividades estão sendo intensificadas, devem ocorrer mutirões, panfletagens, atos, reuniões, dentre outras atividades regularmente; assim como está sendo ampliada a formação dos comitês que em algumas semanas já deve estar presente não só nas capitais mas em centenas de outras cidades no país e no mundo. Os comitês de luta e o PCO chamam a todos a se juntarem aos comitês mais próximos de você ou formarem novos comitês de luta para intensificar ainda mais esta importante iniciativa. Informações para contato: Email: [email protected] Telefone: 11 99741-0436 Facebook:  @lutecontraogolpe Twitter: @comitesdeluta Instagram: @comitesdeluta    

Send this to a friend