Comitê Olímpico exclui Rússia da Paraolimpíada de Inverno

O Comitê Paralímpico Internacional anunciou na última quinta-feira que não irá rever a exclusão da Rússia da Paraolimpíada de Inverno que se iniciará no próximo dia 9 em PyeongChang na Coreia do Sul. A recente decisão do Comitê Olímpico Internacional de revogar a suspensão de atletas russos não terá influência sobre o comitê paraolímpico.

A exclusão da Rússia do comitê olímpico bem como do comitê paraolímpico ocorreu após uma campanha levada a cabo pelos Estados Unidos como parte do esforço para boicotar, isolar e desestabilizar o governo russo. Não muito diferente das chamadas guerras contra as drogas e contra a corrupção também todo o esforço para coibir o “doping” nos esportes não passa de uma grande farsa que serve para ser manejada como arma política.

A campanha contra os atletas russos iniciou-se com uma denúncia falsa seguida de processo onde restou provada a inocência do comitê olímpico da Rússia mas mesmo assim o Comitê Olímpico Internacional decretou a suspensão. Mais tarde a Corte Arbitral para Esportes (CAS) sediada em Lausanne na Suíça em caso levado por 28 atletas russos reconheceu seu direito a participar dos jogos mas mesmo assim o COI recusou-se a admiti-los.