Pior abril na série histórica
As vendas no varejo brasileiro tiveram uma queda de 16,8% no mês de abril, o pior resultado já registrado desde o começo da série histórica, em janeiro de 2000.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
comercio-varejo
Queda nas vendas em abril foi de 16,8%. | Foto: Reprodução

As vendas no varejo brasileiro tiveram uma queda de 16,8% no mês de abril, o pior resultado já registrado desde o começo da série histórica, em janeiro de 2000. Os dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta terça-feira (16) também revelam uma queda de 16,8% no comparativo com o mesmo período do ano passado. Os resultados vieram abaixo do esperado pelo mercado, que estimavam uma queda de 12% mensal e 13,6% no comparativo há um ano antes.

Pela primeira vez os dados refletiram um mês completo após o isolamento social e o fechamento parcial das atividades, e no acumulado do ano o setor já registra uma queda de 3%. Os setores mais prejudicados foram Tecidos, vestuário e calçados (-60,6%), Livros, jornais, revistas e papelaria (-43,4%) e Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-29,5%), que incluem as lojas de departamento, e Móveis e eletrodomésticos (-20,3%). Nos setores considerados atividades essenciais como supermercados e itens farmacêuticos, as quedas foram de 11,8% e 17%, respectivamente.

As quedas bruscas são explicadas não somente pelo isolamento social, mas também pela crise econômica cada vez mais intensificada e ainda sem dimensões reais, além da queda da renda dos trabalhadores, o aumento do desemprego e também o medo de contágio do consumidor ao sair ás ruas. Os números também explicam o porquê das políticas genocidas de abertura econômica em plena escalada de número de casos e mortes pelo Coronavírus, há um verdadeiro desespero capitalista para que tudo volte ao normal e estes números consigam ser recuperados, enquanto trabalhadores são obrigados a se exporem a doença.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas