Crise capitalista
ONU preve queda em diversos setores da economia, provando que o capitalismo está em forte crise.
coronavirus-e-o-agravamento-da-crise-economica-mundial-238039 v3
Montagem com pessoas usando máscaras por trás de um gráfico mostrando queda. | Foto: Reprodução
coronavirus-e-o-agravamento-da-crise-economica-mundial-238039 v3
Montagem com pessoas usando máscaras por trás de um gráfico mostrando queda. | Foto: Reprodução

A Organização das Nações Unidas (ONU) preve, para o primeiro trimestre de 2021, queda em diversos setores da economia mundial. O comércio de bens terá queda de 1,5%, enquanto o de serviços, 7%.

A recuperação da economia no fim do ano passado mostrou-se, na verdade, um mero ressalto em relação à violenta queda no primeiro trimestre de 2020. Grande parte deste aumento foi a retomada das atividades no leste asiático, mas isto parece estar com os dias contados.

O que tem-se é que o capitalismo é um sistema apodrecido e que mostrou que não é capaz de sobreviver à pandemia por suas próprias forças.

 

Relacionadas
Send this to a friend