Com o golpe, maior cidade da América do Sul tem 2 milhões de desempregados

desemprego

Da redação – A fundação Seade e o Dieese calcularam que o desemprego na região metropolitana de São Paulo subiu para 17,4% neste mês. Em um mês, 54 mil pessoas ficaram desempregadas, chegando a quase 2 milhões de pessoas em toda a região metropolitana.

É preciso denunciar que isso é o reflexo da política dos golpistas contra a população brasileira. No país do golpe, a cidade mais desenvolvida da América do Sul, e uma das mais ricas e populosas do mundo, 2 milhões de pessoas não conseguem arrumar um emprego.

Essa política é extremamente favorável para os empresários paulistas que tem em suas mãos um exército de desempregados, o que os permite abaixar o salário dos trabalhadores, por conta do desespero gerado pelos desempregados que, por sua condição de miséria, aceitam trabalhar por uma “merreca” em condições precárias