Com o aumento do dólar, coxinhas trocam Disney por Beto Carrero

beto_carrero

A direita golpista, que derrubou a presidenta eleita Dilma Rousseff, se vê envolta em uma grave crise econômica e política. Conforme reconhecido pela própria imprensa direitista, embora de forma um tanto disfarçada, o fator Lula e as “incertezas eleitorais” (crise e divisão da direita) são o elemento fundamental para o agravamento dessa crise.

O Brasil conseguiu acumular uma enorme reserva cambial durante os governos do PT, de cerca de 400 bilhões de dólares. Como forma de represar artificialmente o aumento do dólar, os golpistas começaram a utilizar essas reservas. No entanto, mesmo essa volumosa quantia não oferece uma segurança real diante da crise econômica de proporções avassaladoras que se avizinha.

Nesta terça-feira, dia 21 de agosto, o dólar ultrapassou o patamar de R$ 4. Os coxinhas, que entraram na campanha pela derrubada de Dilma na expectativa de conseguir manter as suas viagens regulares à Disney, a se confirmar um aumento ainda maior do dólar terão que se conformar com a sua versão brasileira, o parque Beto Carrero.