O Deus mercado é pura farsa
O colchão está se mostrando mais confiável que as bolsas e outros investimentos. O capitalismo está mesmo na UTI, e em fase terminal.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
queda de bolsas
Bolsas em queda livre | Reprodução

Matéria do jornal Money Times informa que o grupo Tiger-21, de milionários investidores dos EUA e que tem mais de 100 milhões de dólares em ativos, aumentou o percentual de dinheiro vivo guardado de 12% para 19%. Trata-se da maior e mais rápida mudança de estratégia na história do grupo.

O grupo se reúne mensalmente para trocar informações e debater sobre os investimentos mais seguros e rentáveis de longo prazo. Avaliam que a pandemia continue até o final do ano que vem.

Isso ocorre ao mesmo tempo em que as bolsas batem recordes de ganhos em meio a maior crise econômica da história do país, e somam mais de 180 mil mortos pela pandemia.

Considerando que estamos falando da elite milionária da nação mais rica e imperialista do planeta, devemos olhar com cautela o que nos aguarda a partir de agora. Não estão apostando mais em investimentos e nem nas bolsas em alta, preferindo guardar o dinheiro debaixo do colchão.. Isso demonstra que outra crise aguda vem pela frente.

Enquanto que ainda pressionam os parlamentares para liberar mais recursos para eles, entre um e dois trilhões de dólares, não bastasse a quantia gigantesca que o governo já destinou a eles no início da crise em 2008. Crise que estatizou empresas como a General Motors, sim agora o estado é o maior acionista da montadora. Contrariando o liberalismo econômico e político.

Essa política faz com que a concentração de renda se eleve às alturas, os ricos se apropriam de quantias enormes através do Estado, enquanto os trabalhadores morrem à míngua sem emprego, moradia e expostos à política genocida da pandemia e contra os negros.

Curioso é que notamos a semelhança com a política adotada aqui no Brasil e no mundo, genocídio, concentração gigantesca da renda, mortes recorde pelo vírus, e a falência generalizada de pequenas e médias empresas. E o nível de emprego e renda dos trabalhadores reduzindo dia-a-dia. Não mero acaso o que ocorre, trata-se de uma política adotada conscientemente pelos ricos empresários imperialistas. 

Dado o tamanho da crise do sistema capitalista, mostrando toda sua agonia e morte, essa elite condena à morte por vírus, fome, miséria a classe trabalhadora, enquanto aumenta sua riqueza já bastante elevada.

No período de pouco mais de 10 anos tivemos duas crises financeiras, em 2008 com o mercado imobiliário, depois em 2019 outra quebra de iguais proporções, e até o final deste ano ou um pouco mais adiante, a atitude dos milionários dos EUA revela a existência de mais uma.

Para quem não acredita em contos de fadas ou na salvação divina, pode perceber claramente que o sistema capitalista está em ruínas, e nada indica salvação. E essa percepção se dá não por analistas de esquerda ou tendenciosos, mas pelas expectativas dos próprios milionários da nação mais rica do planeta.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas