Com golpe, patrões estão mais a vontade para coagir trabalhadores

lula

Da redação – A vida dos trabalhadores brasileiros já não era fácil, pelo contrário, estão sempre sujeitos aos mais diversos tipos de abuso e opressão.

Advertências, descontos indevidos do salário, sobrecarga de trabalho, jornadas de trabalho exaustivas, ambientes insalubres, assédio moral e sexual, até agressões físicas, isso era regra antes do golpe de 2016 contra a presidenta eleita Dilma Roussef.

Mas agora com o avanço do golpe o que era terrível esta ficando pior, pode ficar pior? Infelizmente pode.

As denuncias de abuso por parte de empresários contra seus empregados aumentou 1.500%, eles agora se sentem mais a vontade para arrancar o couro de seus empregados, pois Ministério do Trabalho, Polícia e Judiciário estão dominados por agentes de seu interesse.

O descaramento é tão grande que eles inclusive fazem vídeos do abuso, tentando passar a impressão de que os próprios trabalhadores estão apoiando o interesse que é exclusivo do empresário, veja o caso do dono das lojas Havan, conhecido sonegador de impostos e carrasco de seus empregados.

A única forma de deter esses abusos é através da união dos trabalhadores em uma frente operária para derrotar os golpistas, nas ruas, nas fábricas, em todo lugar, eles só iram parar quando sentirem o peso da mão do trabalhador sobre suas cabeças.

Vamos a luta!