Com cinismo, EUA atacam Venezuela na ONU

President Trump And Lebanese PM Hariri Deliver Joint Statements At White House

Os Estados Unidos defenderam ataques e boicotes a Venezuela em reunião da Organização das Nações Unidas (ONU) nessa segunda-feira (10). Representado pela embaixadora Nikki Haley, os EUA acusam a Venezuela de “corrupção”, alegando que o Estado “representa um risco para a segurança e a paz internacional”. Ela cita cinicamente os golpes de Estado no Iêmen, na Síria e na Líbia, deixando a mensagem da possibilidade de construção de uma insurreição golpista na Venezuela como foi feito nesses países.

“Governos que pareciam estáveis durante décadas caíram em semanas. No Iêmen, na Síria e na Líbia os protestos rapidamente se transformaram em conflitos quando os líderes corruptos e seus aliados tentaram manter o poder”, disse Haley.

É preciso repudiar a investida imperialista sobre a América Latina e sobre a Venezuela e não se deixar enganar pelo tradicional cinismo monopólios de comunicação da direita.