Com Bolsonaro, quem perde são os brasileiros: governo Mexicano negocia com Cuba envio de médicos para o país

Mexico's President-elect Andres Manuel Lopez Obrador speaks to supporters during a rally as part of a tour to thank supporters for his victory in the July 1 election, in Mexico City

Da redação – O governo do México, de Andrés Manuel López Obrador, está fechando um acordo com o governo de Cuba para o envio ao país dos mais de 3 mil médicos cubanos que saíram do Brasil, expulsos pelo governo do fascistas Jair Bolsonaro.

Ou seja, todo mundo reconhece a eficiência dos médicos cubanos e o trabalho prestado por eles à população mais carente… menos a direita, que odeia os trabalhadores.

O México será mais um país atrasado que terá ajuda do governo Cubano para melhorar o problema da saúde. Os médicos cubanos atendem, principalmente, onde os médicos do determinado país não chegam. Nas periferias, nos interiores pobres, nas comunidades isoladas pelo atraso e assim por diante.

E como já foi dito por esse jornal, o governo cubano e os médicos do país fizeram mais para o Brasil e o mundo do que 500 anos de dominação da burguesia e da direita reacionária.

Com a saída deles, quem perde são os brasileiros.