Com a vitória da extrema-direita aumenta violência contra professores

escola-sem-partido-1

Após a vitória de Jair Bolsonaro, aumentaram as agressões nas escolas de Porto Alegre-RS. Em duas semanas já foram registradas quatro agressões por motivos banais.

A quarta agressão foi feita por uma mãe que teve sua filha barrada em uma atividade fora da escola. Ela foi lá tirar satisfações com a professora e acabou agredindo a mesma.

A campanha da extrema-direita contra os professores tem fomentado diversos tipos de reações da comunidade escolar em relação ao docente. A incitação ao ódio acaba gerando diversas agressões por motivo torpe.

Os relatos de agressões em diversas escolas de Porto Alegre têm se multiplicado depois da perseguição que vem sendo fomentada pela extrema-direita com a vitória fraudulenta de Bolsonaro. A direita criou um clima de terror e rivalidade, onde o professor é o principal culpado.

A comunidade escolar tem que agir de conjunto contra todas essas agressões, criar comitês de luta contra o golpe e combater a caça às bruxas promovida pela direita contra os professores.