Faz pouco caso
Em lançamento do plano de imunização ministro faz pouco caso com o genocídio e diz “não vejo erro” do governo no combate à pandemia.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Ministro - Pazuello (1)
General e Ministro, Pazuello, afirma está tudo dentro do "previsto". | Foto por: reprodução/TV Brasil

O Ministro da Saúde, o general Eduardo Pazuello, afirmou na manhã desta quarta (16) durante a apresentação do Plano Nacional de Imunização “nós somos os maiores fabricantes de vacina da América Latina, pra quê essa ansiedade, essa angústia. Nós somos a referência na América Latina…” ao se referir aos questionamentos sobre a aprovação, disponibilidade e disponibilização da vacina para a população brasileira.

O Ministro ainda afirmou não vê nada de errado na atuação do seu ministério “Não vejo, e coloco aqui um pouco da minha história, não vejo nada errado. Se tivesse visto teria corrigido. Estamos no caminho certo e juntos, não podemos abrir mão de tratar como país”.

Os questionamentos sobre a aplicação da aprovação e aplicação da vacina no Brasil aumentaram após diversos países pelo mundo iniciarem a vacinação como Reino Unido e Estados Unidos.

Hoje o Brasil tem quase mil mortes por dia (964 nas últimas 24h), com 182.799 mortos e 6.970.034 infectados ativos, sendo o segundo no mundo em número de mortes, atrás apenas dos Estados Unidos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas