Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Na edição de ontem do programa Colunistas ao vivo da COTV, a companheira Natália Pimenta abordou como tema a notícia de que Michel temer decidiu enviar ao Rio de Janeiro as Forças Armadas com o pretexto de combater a criminalidade. No entanto, não é esse o real motivo. A intenção é aos poucos implantar uma ditadura militar no Brasil.

“Boa tarde. Eu sou Natália Pimenta e esse é o colunistas ao vivo da causa operária TV. Bem, hoje o Brasil amanheceu sob a ameaça de mais um golpe militar. Nessa madrugada o Temer decidiu decretar a intervenção das forças armadas, uma intervenção militar no Rio de Janeiro.

O pretexto ( Que foi simplesmente o primeiro que ele achou, não tem sentido nenhum ) Foi a suposta escalada da violência, com arrastões e blocos de carnaval que, supostamente saíram do controle. De fato, eu iria falar sobre o carnaval no Rio de Janeiro, mas diante da intervenção militar no Rio de Janeiro, eu não posso deixar de tratar desse assunto.

Mas a verdade é que o carnaval mostrou o nível de radicalização política pelo qual passa o país, e principalmente pelo fato de a escola de samba paraíso do Tuiuti ter ficado em segundo lugar, porque a Beija-Flor com um enredo anti-corrupção e pró-rede globo foi a grande vencedora. Até ai nenhuma novidade, porém a Paraiso do tuiuti que veio com carros alegóricos, que falava contra o golpe, contra o Temer, contra a reforma trabalhista, a reforma da previdência, contra o neoliberialismo, mostra que há sim, uma enorme radicalização política no Brasil, inclusive, o samba enredo da escola, foi um dos mais ouvidos ontém no Spotify, ou seja, há um clima geral no país contra o golpe, um clima de radicalização, um clima de mobilização.

Semana que vem também está prevista, e dizem que pode ocorrer a prisão do Lula, e já houve várias manifestações contra a prisão do ex-presidente, várias reações populares a isso, inclusive na Rocinha aonde estenderam uma faixa gigantesca dizendo que se o Lula for preso o morro irá descer. Como já tinhamos falado em outras vezes, a prisão do Lula é um passo para o aprofundamento do golpe, e a intervenção militar no rio de janeiro é uma demonstração muito clara desse aprofundamento.

O exército que já tinha feito uma intervenção militar em Natal, no Rio grande do norte, agora prepara uma intervenção militar no rio de janeiro, duas coisas totalmente relacionadas, rio de janeiro, que é um estado central, um estado importante para o país. A intervenção militar no Rio de janeiro é meio caminho andado para uma intervenção militar no país. O fato é que o exército passou o ano de 2017 inteiro se preparando para um golpe de estado, para o controle de manifestações, para a tomada de postos importantes como aeroportos, e esse golpe, está sendo feito, e está sendo preparado aos poucos.

Primeiro interviram no Rio grande do norte, agora no rio de janeiro, e logo, logo, serão decretados mais intervênções como essas em diversos outros estados no país, até que o país esteja tão militarizado, que vá chegar um general e assuma o país.

É uma situação muito grave, mostra um aprofundamento do golpe, e para quem achava que não ia ter golpe, que tinha essa ilusão, tai a demonstração que foi golpe, que foi um golpe dado pela direita, e que a direita vai fazer de tudo para manter e aprofundar esse golpe, insclusive pelo uso das forças armadas, para reprimir e evitar que a população se rebele, para que assim, eles possam levar a frente todas as suas medidas como a reforma trabalhista, a reforma da previdência, as privatizações, a entrega de todas as empresas do Brasil, de todas as riquezas para os capitalistas estrangeiros. Essa é que é a realidade.

E vão usar o exército se necessário, e vão usar, uma vez que a população já mostrou que está disposta a lutar contra esse golpe, como já mostrou nesses últimos tempos. Se a reação a intervenção em Natal não foi tão grande, a reação a intervenção no Rio de Janeiro precisa ser grande, precisa ser enérgica. A intervenção militar no Rio de Janeiro é um grande passo para a intervenção militar em todo o Brasil.”

Se inscreva em nosso canal da causa operária TV no Youtube e seja um dos já mais de 18 mil inscritos que estão fortalecendo a luta por uma TV que fique 24 horas no ar e combata o monopólio da imprensa capitalista, imperialista e golpista que há décadas domina os meios de comunicações no Brasil. O programa Colunistas ao vivo do dia vai ao ar todos os dias ao 12:00, sempre com um especialista tratando dos principais assuntos da política no Brasil e no mundo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas