Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Na edição de ontem do programa Colunistas da Causa Operária TV, o companheiro Henrique Áreas abordou como tema a devastação promovida pelo imperialismo na América Latina.

“Olá, Boa tarde. Eu sou Henrique Áreas e a gente está começando mais um colunistas ao vivo aqui no seu canal. Bom hoje eu queria falar um pouco sobre a Venezuela. Ao acompanhar a cobertura da imprensa golpista, que é uma espécie de sucursal da imprensa imperialista, a gente fica com a impressão de que a Venezuela, nosso país vizinho e irmão, é mais um desses países como a África que sofrem com a violência e a miséria, um cenário totalmente devastador.

A campanha dessa imprensa que é vendida mostra os refugiados de Roraima procura passar que nós estamos na fronteira com a Síria ou com o Sudão e não mais com a Venezuela. Sobre isso, eu gostaria de destacar duas coisas que parecem contraditórias mas que na realidade não são; A primeira é sobre a manipulação descarada da imprensa golpista sobre a Venezuela. O imperialismo faz uma campanha contra a Venezuela, dizendo que o país é a coisa mais ditatorial do mundo e que o caos em que vive a Venezuela é de inteira responsabilidade do Chavismo e do governo de Nicolás Maduro.

Pregam também que há uma enorme crise humanitária na Venezuela e que lógico, isso seria culpa do chavismo e de Nicolás Maduro. Nós que estamos aqui no Brasil não conseguimos sentir. Uma crise como essa nós aqui do Brasil não conseguiriamos sentir. Mas não é bem assim. Um exemplo é a enorme quantidade de Haitianos no Brasil, esses sim vindo de um país que sofre com uma enorme crise humanitária provocada não por uma esquerda nacionalista, mas sim pela intervenção imperialista na pequena ilha da América Central. A vinda de Haitianos para o Brasil é sentida por todos os que moram nas grandes metrópoles. A crise dessa suposta crise humanitária na Venezuela seriam esses imigrantes que estão em Roraima, e isso ninguém vê direito.

Roraima é um dos estados menos populosos do país, ou seja, ninguém sabe o que realmente está acontecendo e todos só poderão acreditar no que diz a rede globo e no restante da imprensa golpista, ou seja, a imensa maioria do povo brasileiro só poderá acreditar na rede globo e nos profissionais da mentira e da manipulação. As informações estão todas nas mãos deles. É impossivel saber inclusive sobre a manipulação sobre a Venezuela e tudo o que envolve o país. É difícil também saber o que é verdade e o que manipulação, e tudo o que envolve a política no país. Isso é possível saber. Mas é impossivel saber qual é o nível de manipulação, onde começa e onde termina a mentira deslavada, e onde há simplesmente uma manipulação de alguma coisa que realmente acontece em certa medida, é muito difícil de saber.

O fato é que o que realmente acontece na Venezuela a gente não pode simplesmente jogar nas costas do governo de Nicolás Maduro e nem do chavismo, porém, tudo de ruim que acontece por lá pode e deve ser colocado na conta do imperialismo. É o imperialismo que promove um duro boicote ao governo venezuelano. Esse boicote que é muito comum em governos nacionalistas inimigos dos imperialistas é o que dificulta a vida dos Venezuelanos, se o imperialismo não estivesse na Venezuela, não estivesse tentando derrubar o governo de Nicolás Maduro, não haveria, entre aspas, a tão propagada crise humanitária pela imprensa capitalista. Então se há algum fundo de verdade nisso, a gente deve colocar nas costas do imperialismo.

Tudo isso, distorção, manipulação, é fruto da política de terra arrasada que o imperialismo está implantando na América Latina, é doutrina do choque que o imperialismo está tentando impor na Venezuela e que é a política sobre toda a América Latina também. Essa é a doutrina da política neoliberal. Como disse, independentemente do nível de realismo sobre a Venezuela entre aspas, uma coisa é fato; é essa política imperialista promovida por países especialmente pelos Estados Unidos é que tem transformado o nosso continente em um caos, como disse, disso nós não podemos ter dúvidas.

A essa altura a Venezuela é um dos poucos países onde ainda se consegue viver sem as botas dos norte americanos, ou que os Estados Unidos ainda não conseguiram colocar as suas botas. Os Venezuelanos resistem aos ataques golpistas, as provocações militares por parte dos Estados Unidos e outros países. Por isso mesmo os Venezuelanos diferentemente dos brasileiros, argentinos, uruguaios, paraguaios, peruanos, equatorianos, colombianos, não sofrem com governos golpistas que querem impor uma política de terra arrasada a mando do imperialismo em geral e em especial do imperialismo norte americano, por políticos que são capacho dos imperialistas e que estão colocando essa política do choque em ação, e passando como um trator por cima dos direitos mais elementares e humanos da população da América Latina.

A Venezuela existe e é preciso defendê-la. Dendê-la do golpe assim como no Brasil. É preciso combater a política imperialista no continente latino americano todo é preciso varrer do mapa os golpistas que estão no governo brasileiro, e que estão usando a sua posição para atacar a Venezuela. É preciso combater os golpistas que querem entregar todo o país para os grandes capitalistas estrangeiros, então defender a Venezuela, é lutar contra o golpe no Brasil, e lutar contra o golpe aqui no Brasil é defender a Venezuela da mesma maneira que denunciar a intervenção militar no Rio de Janeiro é lutar contra o golpe e defender a Venezuela, assim como também lutar contra a prisão de Lula é lutar contra o golpe. Lula que é fator preponderante na política brasileira.

Bom, as coisas não são como a gente vê. O imperialismo está avançando na América Latina e isso fica muito claro pela campanha da imprensa golpista, que o que eles querem é transformar o continente latino americano, um continente já tão sofrido, eles querem transformar o continente em um verdadeiro caos para que a política de entrega das riquezas nacionais seja concretizado por parte dos imperialistas. Esse é o papel da direita golpista que age de acordo com os interesses dos imperialistas no Brasil e no resto do continente.

A gente fica por aqui, e aproveito para te convidar para acompanhar toda a programação da causa operária TV no Youtube, no Facebook e no Twiter. Então eu fico por aqui até semana que vem com mais uma edição do colunistas ao vivo do dia e até hoje a noite também.”

Se inscreva em nosso canal da causa operária TV e seja um dos já mais de 19 mil inscritos que estão fortalecendo a luta por uma TV que fique 24 horas nos ar e combata o monopólio da imprensa capitalista, imperialista e golpista que há décadas domina os meios de comunicação do Brasil. Contribua também com a nossa vakinha on line com o quanto puder e o quanto quiser.   

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/contribua-com-a-campanha-contra-prisao-de-lula

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas