Menu da Rede

A eleição mais democrática seria entre Lula e Bolsonaro

Basta acender as luzes e...

Problema resolvido!

Para conseguir apaziguar os ânimos e impedir uma revolta, os governos burgueses consideram que não é preciso fazer muito mais do que demagogia barata

Luzes coloridas no Palácio dos Bandeirantes… a forma rápida e barata de corresponder às expectativas – Divulgação/Internet

Quem disse que o governo do PSDB em São Paulo não defende as minorias? O Palácio dos Bandeirantes foi iluminado com as cores do arco-íris na semana passada para provar que essa parcela minoritária da população (os LGBTQIA+) não estará desamparada pelos tucanos. Era a comemoração dos 10 anos da instituição do dia estadual da luta contra a homofobia.

Essa maneira simples e barata de resolver os problemas é importada. Vem dos EUA. Na terra natal da ideologia identitária, esse “reformismo” reacionário, o “democrático” Joe Biden resolveu mais um problema recentemente, o dos imigrantes ilegais. Os “latinos”, como são chamados todos os demais habitantes do continente ao Sul dos EUA, inclusive os brasileiros, que entrarem ilegalmente no país, obtiveram uma enorme conquista: continuarão a ser deportados, mas agora sem algemas! Foi além: agora, os imigrantes que tentarem entrar nos EUA sem documentos, de maneira irregular, serão deportados primeiro para o México, essa grande colônia, para esperar pela análise de seus processos e pedidos de asilo entre os “seus”. Viva! Uma grande vitória para os latinos e para a burguesia racista dos EUA, que, dessa forma, não precisa se misturar com essa gentalha que insiste em invadir seu país.

Antes mesmo de completar 100 dias no governo, Biden já tinha dado aos norte-americanos de todas as cores uma outra vitória: sua vice-presidente negra, mulher e empoderada, Kamala Harris, deu continuidade à guerra na Síria autorizando mais um bombardeio. Desta vez as bombas que caíram sobre o território oprimido pelo imperialismo foram enviadas com amor, respeito e em nome da igualdade.

É assim que os governos burgueses tradicionais resolvem os problemas, e é por isso que a burguesia os quer de volta, embora não tenha conseguido muita coisa nessa empreitada. Não é por falta de conservadores e reacionários dispostos a vestir as cores do arco-íris para não perder (e quem sabe conquistar) uma parcela do seu eleitorado. Está aí João Doria para provar a capacidade dos políticos burgueses tradicionais de fazer demagogia.

Ocorre que é preciso mais do que demagogia barata ou, pelo menos, ir muito além nessa demagogia para conseguir algum apoio em amplas camadas da população que hoje sofrem com a miséria, a fome, o desemprego e a doença. Para dar uma resposta mínima que seja aos problemas tão graves do País nesse momento, os governos deveriam conceder um auxílio emergencial de, no mínimo, um salário mínimo, para que o povo não morra de fome; reduzir a jornada de salários, sem reduzir salários, para dar emprego à população e, por fim, quebrar as patentes e produzir vacinas em massa para conter o genocídio da pandemia. E agora? Não será suficiente – e sequer estão dispostos – iluminar o Palácio dos Bandeirantes com tons de vermelho…

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.