Menu da Rede

TSE, um órgão ditatorial e repressor

Às ruas contra a repressão

Jacarezinho: a justiça virá das ruas

A direita golpista não quer ouvir argumentos, por mais racionais que sejam. Ela só entende a linguagem da força, da truculência. E a resposta tem que ser nesta mesma forma.

População negra toca fogo em prédio por conta do assassinato de George Floyd, nos EUA – Foto: Reprodução.

As Mães de Maio, de Osasco, do Jacarezinho, da Candelária, do Carandiru… trabalhadoras, esperam que a justiça se faça e que os animais que mataram seus filhos respondam, algum dia pelo menos, pelo que fizeram. Quase todo mês surgem mais “mães” de alguma chacina, de alguma execução cometida pela polícia. 

De caso pensado, a Civil do Rio de Janeiro se adiantou e decretou sigilo por cinco anos das operações que resultaram na chacina do Jacarezinho, um deboche contra o povo. O todo-poderoso Supremo Tribunal Federal vai avaliar o caso. Prender um ex-presidente porque a direita quis é fácil, o difícil é prender policiais quando a direita não quer. É o retorno do DOI-CODI, do DOPS. O senhor Sérgio Fleury deve ter ficado com orgulho.

As mães buscam algum conforto. Muitas sequer conseguem falar do ocorrido, por depressão ou por medo, pois amanhã ou depois não se sabe quando um agente das forças repressivas do Estado vai invadir sua casa e destruir tudo.

Os policiais são os cachorros dos ricos, estão lá para isso, para morder o povo, sempre foi assim e por isso é preciso acabar com a repressão do Estado, de conjunto. A justiça atua de maneira bem determinada nestes casos, na defesa do patrimônio da burguesia, na opressão contra o povo negro e pobre. 

As contas precisam ser ajustadas com o Judiciário. São apresentados como deuses do Olimpo, acima dos mortais, capazes de determinar o futuro de um povo ou de uma família que perdeu seu filho para a polícia. Mandam e desmandam, e cabe a todos aguardar, aguardar, esperar que gente como Sérgio Moro, por milagre, resolva o problema, que controle os cães.

Juízes e ministros não são eleitos. Ninguém votou neles, ninguém sabe de onde surgem, e são totalmente controlados pelos poderosos. Será que o ex-chefe da ROTA, Alexandre de Moraes, agora ministro do STF, está preocupado com o que aconteceu no Rio? De jeito nenhum! O policial é um juiz de farda. O que mais explicaria uma população carcerária próxima de um milhão de pessoas?

A ditadura caiu pela força, demonstrada nas ruas, do movimento operário. Os direitos do negro foram conquistados da mesma forma. E não podia ser diferente. A direita golpista não quer ouvir argumentos, por mais racionais que sejam. Ela só entende a linguagem da força, da truculência. E a resposta tem que ser nesta mesma linguagem.

Não é possível esperar mais. As manifestações do dia 29 que se aproximam são mais uma oportunidade de demonstrar essa força, do povo negro e trabalhador nas ruas, em torno de suas reivindicações, como o armamento, o direito de autodefesa e o fim da polícia, de ponta a ponta; eleição para o Poder Judiciário e para todos os seus cargos, constituição de conselhos populares de segurança. 

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.