O movimento negro deve estar na 2ª Conferência de luta contra o golpe

A 2ª Conferência Nacional Aberta de luta contra o golpe, a ser realizada dias 8 e 9 de dezembro, é um marco essencial na luta contra o golpismo, especialmente depois da eleição de Jair Bolsonaro.

É preciso relembrar que o golpe de Estado (impeachment) começou com uma campanha de que não tem importância para o negro, uma campanha de que o golpe não traria resultados reais para o povo negro.

Porém, os números desmentem isso e é preciso lutar imediatamente contra o golpe. Para se ter uma ideia, em 2017 foram mortos 5012 pessoas pelas forças de repressão do estado, especialmente a PM. E estes são os números oficiais, pois se forem considerados os dados não registrados, o número pode facilmente duplicar.

Também é preciso destacar que os processos de perseguição contra o Partido dos Trabalhadores (PT) foram todos feitos como se procede no juizado comum, ou seja, sem provas, sem ampla defesa e o contraditório. São processos como esse que fizeram as cadeias chegarem a mais de 700 mil detentos, sendo que desses, 40% aguarda julgamento em última instância, tal como Lula.

A eleição de Jair Bolsonaro indica qual será o futuro para o povo negro, especialmente no tocante à violência policial. Bolsonaro e vários dos governadores estaduais eleitos possuem como programa um endurecimento das leis e da ação da polícia, o que certamente vai resultar em uma perseguição jamais vista contra o povo negro e pobre.

Ou seja, é preciso lutar já contra a direita golpista, contra o fascismo, pelo Fora Bolsonaro, e passo fundamental dessa luta é a 2ª Conferência de luta contra o golpe, dias 8 e 9 de dezembro.

Conferência organizada pelos comitês de luta contra o golpe, que também começam a organizar comitês de autodefesa diante dos ataques fascistas, organização fundamental para o negro, que neste exato momento é um dos principais alvos de ataques fascistas, como no caso de Marielle Franco, no Rio de Janeiro, e do mestre Moa do Katendê, na Bahia.

Participe, inscreva sua organização de negros, leve suas faixas e bandeiras, venha para a 2ª Conferência Nacional Aberta de luta contra o golpe, dias 8 e 9 de dezembro.