Siga o DCO nas redes sociais

Luta contra o fascismo
Universidade do PCO debaterá tema essencial para a luta do negro
Uma das principais discussões da 44ª Universidade de Férias debaterá como lutar contra o fascismo
Luta contra o fascismo
Universidade do PCO debaterá tema essencial para a luta do negro
Uma das principais discussões da 44ª Universidade de Férias debaterá como lutar contra o fascismo
É preciso organizar o negro na luta contra a direita.
É preciso organizar o negro na luta contra a direita.

Acontece no próximo dia 17 ao dia 26 de janeiro, em Ibiúna, São Paulo, a 44ª Universidade de Férias do Partido da Causa Operária, e que terá como tema “Fascismo, o que é e como combatê-lo”. É a segunda parte do curso iniciado em julho do ano passado.

Essa atividade tem como propósito fornecer um dos melhores, se não o melhor, curso de formação política para os militantes e simpatizantes do partido. É afiar a ação política de todos aqueles que estiveram nas ruas contra o golpe de Estado, contra a direita, contra o bolsonarismo de conjunto. 

O debate, como não poderia ser diferente, tem uma importância fundamental para a luta do negro brasileiro. Como pode ser visto, após o golpe de Estado, os direitistas ficaram assanhados e estão nas ruas, com grupos nazistas, atacando a população pobre, moradores de rua, etc.

Isso sem mencionar o fascismo oficial, de Estado, que é a Polícia Militar. Não se sabe, até o momento, a quantidade exata de mortos pela polícia no ano de 2019, no Brasil todo. Só se tem uma pequena noção de que quebraram todos os recordes de execuções no ano que passou. Foi um verdadeiro banho de sangue.

Uma corporação que atua com e sem farda. É preciso ter claro que as organizações fascistas, extra-oficiais, são em sua maioria compostas por policiais, da ativa ou da reserva, e essas organizações servem para terminar o serviço da PM, para promover mais ataques contra o povo, contra os trabalhadores, contra o negro e suas organizações.

O curso promovido pelo PCO tem a finalidade de esclarecer o que é o Fascismo, como ele agiu ao longo da história, como foi criado e como, finalmente, foi combatido pelas mais variadas organizações dos trabalhadores.

Em tempos de eleições, onde a esquerda pequeno-burguesa busca, a todo custo, a adaptação ao regime dos golpistas, é preciso estudar e se organizar para derrotar o fascismo, que não quer saber dos meios oficiais de atuação, como o parlamento, o judiciário, etc. e busca, a todo custo, esmagar as organizações do povo. 

Faz muito tempo que o negro enfrenta o fascismo oficial do Estado, a Polícia Militar. Organizou, centenas de vezes, manifestações contra a repressão policial. É preciso dar um caráter organizado a toda luta do negro contra a repressão, é preciso entender como funciona o fascismo e colocar em prática os meios para sua destruição.

É para esta finalidade que o PCO organiza sua 45ª Universidade de Férias, e convoca todas as organizações interessadas em lutar contra o golpe, todas as pessoas que estiveram nas ruas contra a direita, toda a população pobre, negra e trabalhadora que quer por um fim ao fascismo em 2020, que quer derrotar Bolsonaro, que quer acabar com a Polícia Militar.