Siga o DCO nas redes sociais

Negros contra o golpe
20 de novembro, dia do negro lutar contra o golpe, pelo fora Bolsonaro
Neste 20 novembro, é preciso organizar o povo negro contra os golpista, contra Jair Bolsonaro
Negros contra o golpe
20 de novembro, dia do negro lutar contra o golpe, pelo fora Bolsonaro
Neste 20 novembro, é preciso organizar o povo negro contra os golpista, contra Jair Bolsonaro
Imagem de Ricardo Stuckert.
Imagem de Ricardo Stuckert.

O Coletivo de Negros João Cândido do PCO (Partido da Causa Operária), em sua última reunião deliberou uma série de propostas para as atividades em torno do do 20 de novembro, dia de Luta do Povo Negro, chamado, comumente, de dia da Consciência Negra.

A data é apresentada pela esquerda pequeno burguesa como mais uma oportunidade de fazer demagogia com a luta do povo negro, valorizando questões subjetivas, “culturais”, do negro, deixando de lado questões essenciais do movimento negro, como a luta pela dissolução da Polícia Militar. 

Por outro lado, outros setores do movimento negro buscam denunciar a repressão policial sem vincular com a luta pelo fora Bolsonaro, que é o principal mandante de todos os massacres cometidos pela PM desde o golpe de Estado. Essa reivindicação, de derrubada do governo golpista, é fundamental para fazer evoluir a luta do negro de conjunto.

É diante deste fato que o Coletivo de Negros decidiu realizar debates em todas as regionais onde o PCO está organizado, no dia 20 de novembro, e participar dos atos que acontecem nesta data nos estados, com seu material, panfletos, sua revista João Cândido, que deve ser publicada em breve, além de bandeiras e faixas sobre a luta do povo negro. 

Dessa forma, o tema principal dos debates durante o 20 de Novembro é a Luta do Povo Negro, pela liberdade de Lula e pelo fora Bolsonaro. Em São Paulo, o ato público contará com a presença da bateria popular Zumbi do Palmares, que se apresentou no último dia 27 de outubro, em Curitiba (PR), no transcorrer do aniversário do ex-presidente Lula. 

Além disso, será feita uma conferência aberta do Coletivo de Negros, no próximo dia 16, com transmissão ao vivo, para a organização das atividades do dia 20 de novembro e demais atividades para colocar, efetivamente, um movimento negro contra os golpistas, contra a direita racista que tomou de assalto o poder. 

São atividades que buscam apresentar uma perspectiva de luta para o povo negro, que sofreu com as direções pelegas e que buscam se adaptar, a todo custo, ao regime golpista de Jair Bolsonaro e demais lacaios do imperialismo. Acompanhe mais informações sobre essas atividades no diário Causa Operária, participe!