HAMBURGUER_1
SHARE

Tinhorão: a defesa intransigente da genuína Música Brasileira

Anterior
Próximo

1 mês de mobilizações

Colombianos lutam por renda básica na pandemia

Nesta quarta-feira, novos protestos tomam conta do país

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Uma proposta de reforma tributária do governo que aumentaria os impostos e criaria novas taxas acendeu a ira popular que levou à greve de 28 de abril. – Reprodução

Por Prensa Latina 

A criação de uma renda básica para os afetados pela pandemia de Covid-19 é uma das reivindicações das mobilizações que ocorrerão hoje na Colômbia no contexto da greve nacional.
Segundo a Coordenação Colômbia-Europa-Estados Unidos, rede formada por 285 organizações sociais e de direitos humanos, a renda básica neste país é necessária e urgente porque ajudaria a salvar vidas ameaçadas pela falta de alimentos e bens básicos.

Além disso, permitiria neutralizar os efeitos nefastos da pandemia, como o aumento do desemprego, a falência de pequenas empresas e as restrições ao comércio informal.

Ainda neste dia, será realizada audiência pública no Senado Federal (bicameral) sobre o Projeto de Lei 402 de 2021, por meio do qual se propõe a criação do programa de renda básica como política permanente do Estado.

O projeto, que contou com o apoio de mais de 50 parlamentares, foi construído em parceria com o público, cujo texto se baseou em uma carta enviada ao presidente Iván Duque no final de janeiro.

A iniciativa tem 16 artigos e neles se explica o valor, a periodicidade, as fontes de financiamento, entre outros aspectos, e seus pontos principais partem do fato de ser um direito do cidadão porque não está condicionado, não implica qualquer consideração e é permanente ao longo do tempo.

Visa beneficiar 7,4 milhões de famílias, cerca de 30 milhões de colombianos, não afetará as finanças do Estado porque se estima que seu custo seja de apenas 3,7% do Produto Interno Bruto.

Se implementados, programas como Famílias em Ação, Jovens em Ação e Idosos serão universalizados, cujo dinheiro passaria a ser parte do que se entregaria em renda básica.

O valor entregue através da renda pode ser complementado pelas entidades territoriais, e quem o possui e demonstrar necessidade poderá acessá-lo.

O programa implantado por lei terá controle cidadão e busca-se avaliação permanente pelos órgãos públicos.

Recentemente, com a melhora econômica de 5% de março para 7,6% em maio, e com perspectivas de crescimento para o final de 2021, a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico recomendou que a Colômbia criasse uma renda mínima que alcance as famílias mais afetadas.

No entanto, o governo de Iván Duque afirma que seguirá o plano caso seja aprovada uma reforma tributária que garanta a arrecadação dos recursos.

Uma proposta de reforma tributária do governo que aumentaria os impostos e criaria novas taxas acendeu a ira popular que levou à greve de 28 de abril.

Embora o governo tenha retirado a proposta por enquanto, as mobilizações continuam e o país vive o maior levante social dos últimos 70 anos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.