Colombianos fazem provocações e ataques a jornalistas venezuelanos na fronteira

binvenidcos

Da redação – A jornalista Madeleine García, da Telesur, sofreu ataques de colombianos na fronteira entre os dois países, onde há um cordão de proteção formado pela Guarda Nacional Bolivariana (GNB) e por onde o imperialismo e sua bucha de canhão colombiana tentam invadir a Venezuela com o pretexto falso de levar “ajuda humanitária”.

Além disso, a jornalista Fania Rodrigues, também da Telesur e do jornal Brasil de Fato, que também está na mesma zona fronteiriça, mostrou vídeo de um suposto “explorador de terreno” da Organização dos Estados Americanos (OEA) – órgão controlado pelos EUA para ajudar no golpe contra a Venezuela.

Ele foi perguntado sobre o que pretendem fazer ali os membros da OEA e do exército colombiano, e respondeu: “vocês sabem”. A OEA e a Colômbia são denunciados e têm a pretensão pública de invadir militarmente a Venezuela.