Ditadura genocida
Além disso, 138 defensores dos direitos humanos foram assassinados somente em 2020
2245170100_8b12e0d870_k
Protestos da direita contra as FARC... pedidos são realizados pelo regime de extrema-direita | Foto: Camilo Rueda López

Desde a assinatura dos acordos de paz de 2016 com o governo colombiano, 212 assinantes das FARC foram assassinados, segundo a guerrilha que se tornou partido.

Organismos estatais dizem que esse número é um pouco menor: 195.

Só este ano foram 35 homicídios, de acordo com o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento e a Paz (Indepaz).

Além disso, 138 defensores dos direitos humanos foram assassinados somente em 2020. Entre janeiro e abril esses homicídios aumentaram 53%.

Relacionadas