Menu da Rede

Anterior
Próximo

Colômbia: FARC desistiram das armas e agora estão sendo até saqueadas

Tempo de Leitura: < 1

Publicidade

Diante da pressão da direita imperialista e do governo ditatorial da Colômbia, a guerrilha armada das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – Exército Popular (FARC-EP ou simplesmente FARC) decidiu assinar um acordo de paz com o governo no ano passado. Sendo assim, o grupo procurou buscar crescer pela via política legal e concorrer eleições, tornando-se um partido político registrado na justiça eleitoral.

A tentativa foi um fiasco. Não existe na Colômbia a possibilidade de crescer pela via institucional e legal. O governo colombiano é o principal aliado do imperialismo norte-americano na América Latina e tem todas as características de um governo ditatorial. A própria história da luta de classes na Colômbia não permite que os revolucionários busquem crescer pela via legal.

Agora que as FARC-EP desistiram das armas e ficaram desorganizadas no seu esquema de guerrilha, o governo colombiano fez o que era esperado: sabotou e estimulou a extrema-direita fascista a atacar a organização. Supermercados ligados a integrantes das FARC que tiveram os nomes divulgados pela polícia, que os investiga, foram saqueados. A agência Ruptly anunciou que os mercados serviam para abastecer os guerrilheiros e lavar o dinheiro oriundo da luta revolucionária.

Mais Lidas
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTT

Realismo Socialista x Vanguardas: qual a posição dos marxistas. Uzwela, Conversa sobre Cultura 15/06

46 Visualizações 56 minutos Atrás

Watch Now

Send this to a friend