Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
philipp
|

Da redação – Como é típico dos grandes capitalistas, o presidente da filial da Mercedes-Benz no Brasil, Philipp Shiemer, afirmou nesta segunda-feira (15) que o país não pode virar uma Venezuela, atacando um país onde 9 milhões de pessoas votaram e escolheram o presidente Nicolás Maduro para governar.

“Temos empresa na Venezuela e sei como é o sofrimento lá”, afirmou o capacho do imperialismo norte-americano durante um evento do setor automotivo em São Paulo, promovido pela editora AutoData. Para o alemão, o Brasil precisa “se unir de novo”, pois, após o golpe de estado, organizados por esses grandes capitalistas, como também fazem na Venezuela ao sabotarem a economia, agora os trabalhadores devem esquecer a destruição da CLT, as ameaças constantes dos golpistas contra todos os direitos minimamente democráticos, baixar a cabeça e trabalhar feito “burros de carga”.

Aqui, vale lembrar da terrível Ditadura Militar de 1964 – que parece se aproximar novamente -, onde, mais de 80 empresas estiveram envolvidas em espionagem e delação de quase 300 funcionários para os torturadores que tomaram o poder do país organizados por agentes da “inteligência” dos EUA, a CIA. Segundo levantamento feito pela Comissão Nacional da Verdade, a Mercedes-Benz esteve entre essas, e, não é surpresa alguma, que a burguesia mundial, a Volkswagen, Chrysler, Ford, General Motors, todas financiam o terror contra a classe operária e as organizações de trabalhadores.

Esses grandes capitalistas fazem chantagem através da imprensa burguesa contra os trabalhadores, ameaçando retirar suas empresas dos países que não se ajoelhem aos seus pés, aceitando a destruição de todas as conquistas históricas da classe operária, através de luta, revolução, de muito sangue e suor. A política neoliberal vem para devastar o Brasil como o faz na Venezuela, para roubar seu petróleo e todas as empresas nacionais.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas