Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Em mais uma política típica do governo golpista, a nova ministra do Trabalho, Cristiane Brasil, foi revelada como já condenada em uma ação trabalhista. Ela foi processada por um ex-motorista, que trabalhava cerca de 15 horas por dia, sem carteira assinada. Cristiane ainda deve R$ 60 mil para Fernando Fernandes, motorista que ficava à disposição de seus filhos e empregados o dia inteiro.

A nova ministra do Trabalho é mais uma empresária sem escrúpulos nenhum, que se puder, vai explorar o trabalhador da pior forma possível, representando em carne e osso a política desejada pelos golpistas. O próprio ex-funcionário dela nunca teve a carteira de trabalho assinada, e trabalhava de segunda a sexta, das 6h30 às 22h, com direito a apenas uma hora de intervalo.

Deputada do PTB, Cristiane Brasil é filha de Roberto Jefferson, delator do processo do Mensalão e golpista de longa data. Ela inclusive foi indicada para o cargo após reunião de Jefferson com Michel Temer. A parlamentar votou a favor do golpe contra Dilma Rousseff, em 2016, foi a favor da PEC dos Gastos Públicos, já durante o governo Temer, e no ano passado se declarou favorável à Reforma Trabalhista, inclusive apoiando a terceirização irrestrita.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas