Bolívia
Organização dos trabalhadores exige novas eleições no país
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
cob
Juan Carlos Huarachi | Foto: Reprodução/Página Siete

Na última quarta-feira (5), o secretário executivo da Central Obrera Boliviana (COB), Juan Carlos Huarachi, anunciou que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu manter o mesmo calendário eleitoral do governo golpista de Jeanine Añez. Pela proposta do tribunal, as eleições bolivianas, que vêm sendo sucessivamente adiadas, só irão acontecer no dia 18 de outubro. Várias manifestações populares vêm sendo realizadas no país andino com o objetivo de impedir o adiamento das eleições, anteriormente marcadas para setembro.

Após reunir-se com o TSE, Huarachi disparou: “a partir de agora, qualquer ação que aconteça no país é de inteira responsabilidade do Tribunal Supremo Eleitoral”. Sobre as eleições, o secretário executivo declarou: “queremos de uma vez por todas ter um governo eleito democraticamente e que o povo decidia quem será seu governante nos próximos cinco anos, por isso queremos ir às urnas para exigir novas políticas em saúde, educação e reativação do aparato produtivo e da economia”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas