Crise se aprofunda
Com a pandemia, capitalistas não têm previsões de melhora para o quadro econômico
(Brasília- DF, 11/12/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro recebe os cumprimentos do Presidente da Federação Nacional da Indústria, Robson Braga de Andrade.rFoto: José Dias/PR
Presidente da CNI, Robson Braga, ao lado de Bolsonaro. Foto: Marcos Corrêa/PR |
(Brasília- DF, 11/12/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro recebe os cumprimentos do Presidente da Federação Nacional da Indústria, Robson Braga de Andrade.rFoto: José Dias/PR
Presidente da CNI, Robson Braga, ao lado de Bolsonaro. Foto: Marcos Corrêa/PR |

Da redação – De acordo com projeção realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), a economia brasileira deverá cair, em média, 4,2% neste ano, levando em consideração o recuo do Produto Interno Bruto (PIB) em meio à pandemia de coronavírus. As previsões mais pessimistas feitos pela CNI, no entanto, vão muito mais além: a queda poderá ser de até 7%.

Relacionadas
Send this to a friend