Clima bolsonarista: em 2018 ocorreram 536 agressões por hora contra as mulheres

Domestic Violence/Bullying

A vitória de Jair Bolsonaro nas eleições fraudadas de 2018 aumentou a agressividade dos setores fascistoides da sociedade e as mulheres estão sofrendo cada vez mais agressões.

Um estudo realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública aponta que a cada hora 536 mulheres foram vítimas de agressão física último ano no Brasil. A pesquisa revela também que a maioria das vítimas (52%) de violência doméstica não buscou apoio de famílias, amigos ou autoridades após sofrer a violência.

As agressões variam de insultos e humilhações até espancamentos e estrangulamentos. Na maioria dos casos a agressão é feita por um conhecido e dentro da própria casa da vítima. Os números apresentam com relação a 2016 um crescimento de 25%.

O assédio também aumentou e 37% das entrevistadas disseram ter sido assediadas em algum momento nos últimos 12 meses, o índice cresce conforme diminui a faixa etária das entrevistadas.

Diante da brutalidade dos agressores, a única saída para as mulheres e a organização de comitês de autodefesa para afastar e revidar todos os ataques a agressões.