Clássico do Cinema Mundial
O celebrado filme do diretor Ingles Charles Chaplin, “O Garoto”, fará um século de existencia. O filme, lançado em 1921,retrata o mundo na visão proletaria.
0519244.jpg-r_640_360-f_jpg-q_x-xxyxx
Filme "O Garoto" procura tambem denunciar a miséria social da população pobre. | Foto: Reprodução
0519244.jpg-r_640_360-f_jpg-q_x-xxyxx
Filme "O Garoto" procura tambem denunciar a miséria social da população pobre. | Foto: Reprodução

Neste ano, 2021, o grande e celebrado filme do diretor Ingles Charles Chaplin, “O Garoto”, fará um século de existência. O filme, lançado em 1921, no pós Primeira Guerra Mundial, retrata o mundo na visão de um proletário tentando sobreviver no mundo incerto do declinio capitalista inicial da virada do século, similarmente a muitos dos filmes mais famosos de Chaplin, como “Luzes da Cidade” ou o eterno “Tempos Modernos”.

A história segue a vida de Charlie, o Vagabundo, nomeação essa que no Brasil tem conotações fortes, e que em inglês passa a ser Tramp, que é um nome comum na Inglaterra para se tratar de moradores de rua. Este é o personagem de Charles Chaplin, que segue sua vida até que ele se depara com um bebê deixado sozinho no interior de um automóvel que estava para ser roubado e decide, então, tomar conta dele. Aqui, como em todo o filme, se vê a tentativa de retratar a realidade da sociedade britânica neste período: vemos, anteriormente, que o bebê foi abandonado por sua mãe devido a pobreza da época. Em um filme que se abriu como mais uma comedia do diretor, vê-se que o drama nasce naturalmente das anedotas comums da vida diária em meio a miséria social implementadas na trama.

Charlie o Vagabundo dá uma casa a este bebê, até que ele cresce feliz com seu pai adotivo, e na vida pobre das ruas. A sua mãe original, que o abandonou por motivos econômicos, agora se encontra bem sucedida como cantora de ópera, e procura desesperadamente reencontrar seu filho perdido agora que a situação a permite. A história do filme se desenrola no momento em que a mãe descobre que seu filho esta vivo e põe uma recompensa para aqueles que o acharem e trouxerem para sua mansão. A partir dai, a comedia, sempre presente, continua se transformando cada vez mais em drama, na medida que Charlie luta pela custodia da carismática criança. É como a abertura do filme dizia: “Uma comédia com um sorriso… e talvez uma lágrima”.

Charles Chaplin foi um dos diretores mais importantes da história do cinema mundial. De sua longa carreira saíram algum dos filmes mais aclamados pela crítica, e de seus filmes mais aclamados saíram a legitimação do cinema como arte e a reinvenção do cinema mudo. Chaplin, que nasceu na Inglaterra, mas se naturalizou americano mais tarde em sua vida, atuava, dirigia, escrevia, produzia e financiava seus filmes, que em sua maioria denunciavam a miséria da população na época do declínio do capitalismo, exemplificado por duas grandes guerras mundiais.

Relacionadas
Send this to a friend