Experimental
O disco do compositor Arrigo Barnabé, acompanhado pela banda Sabor de Veneno, usa da música erudita atonal ao punk e à MPB
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Capa do disco Clara Crocodilo | Foto: Reprodução

Em novembro deste ano completa-se 40 anos do disco Clara Crocodilo, do compositor Arrigo Barnabé. Lançado em 1980, o disco se tornou um marco do movimento que ficou conhecido como a Vanguarda Paulista.

Arrigo Barnabé, junto com Itamar Assunção, Tetê Espíndola e as bandas, Língua de Trapo, Premeditando o Bregue e outros são representantes desse movimento, considerado por muitos críticos musicais como um dos mais avançados em termos de música popular do mundo.

O disco Clara Crocodilo é uma mistura bastante original de estilos e ritmos, da música erudita ao punk, passando por todos os gêneros da música popular brasileira. Nesse sentido, é muito perceptível o caráter experimental do disco.

Arrigo Barnabé leva para a música popular as técnicas de música atonal, desenvolvidas nas vanguardas da música erudita.

Nas letras, Clara Crocodilo expressava a vida na São Paulo do final dos anos 70 e início dos anos 80, uma cidade que já havia se constituído como uma das maiores metrópoles do mundo. A degradação e a marginalidade aparecem nos textos de Clara Crocodilo, em geral narrando episódios, com diálogos entre personagens interpretados pelo coro e o vocal principal. O disco usa também a linguagem de história em quadrinhos.

O disco foi lançado em 15 de novembro, na Faculdade de Arquitetura da USP, mas só foi liberado pelo DOPS da ditadura militar no final de dezembro.

Em entrevista para o sítio Pop Fantasma no último dia 17 de julho. Arrigo Barnabé afirma que o disco era político, muito influenciado pelo Brasil já do final da ditadura militar: “claro que é totalmente político. A letra do Clara tem muito a ver com a ditadura.”

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas