Ciro Gomes: “prometer indulto ao Lula seria absurdo”

ciro

O “abutre” Ciro Gomes, pré-candidato à Presidência da República pelo PDT, sinalizou, mais uma vez, que poderá ser um excelente presidente… para os golpistas. Muito ao contrário do que dizem alguns setores minoritários da esquerda nacional, como o PC do B, Ciro Gomes não faz parte do movimento de luta contra o golpe: ele faz parte do golpe e está pronto para entregar o país de bandeja para a burguesia.

Na última semana, Ciro Gomes já havia demonstrado que era o candidato do “pato da FIESP”. Isto é, seu hipotético governo estaria alinhado com os interesses de ninguém menos que Benjamin Steinbruch, que é um dos principais articuladores do golpe de Estado de 2016 e representante da Federação de Indústrias do Estado de São Paulo, isto é, do patronato.

Como se não bastassem todos as demonstrações cabais de que Ciro Gomes é um candidato de conciliação com o golpe de Estado, o pedetista, em palestra na Suécia, afirmou que, se dependesse dele, Lula mofaria na cadeia. Segundo Ciro, “se eu prometesse indulto a Lula, eu estaria agindo contra ele, que é meu amigo há mais de 30 anos”. Isto é, não há golpe de Estado, não houve uma operação bilionária para prender o maior líder popular do país, os juízes não são capachos do imperialismo, nem nada parecido: Lula só deve sair da cadeia por meio da “legalidade”.

O problema é que, caso os trabalhadores esperem a “legalidade” para que Lula seja solto, isso nunca acontecerá. A “legalidade” foi quem derrubar a presidenta Dilma Rousseff, quem prendeu Lula sem provas e quem impôs uma intervenção militar no Rio de Janeiro. Por isso, a única forma de barrar os retrocessos do golpe e libertar seus presos políticos é através de um enfrentamento direto com os golpistas. Qualquer candidato de esquerda que diga que, se eleito, não fará nada para contribuir com a liberdade de Lula, é um traidor da pior espécie.

As declarações de Ciro Gomes mostram mais uma vez que a esquerda não pode ter um “plano B”. É necessário mobilizar os trabalhadores para enfrentar os golpistas e eleger na marra, Lula presidente. É Lula ou nada! Eleição sem Lula é fraude!