Ciro Gomes, o leal

ciro-gomes-

Em entrevista à golpista Rede Globo, o candidato abutre pelo PDT, Ciro Gomes, afirmou que est’ surpreso com o tratamento que vem sendo dado a ele pelo Partido dos Trabalhadores, o PT.

Ciro avalia que vem sendo “hostilizado” em uma possível aliança com o PT e que, durante os últimos 16 anos, tem sido “extremamente leal” ao ex-presidente Lula.

A declaração de Ciro Gomes tem relação também com a manobra feita pelo PT de buscar apoio do PSB para as eleições, isolando o candidato do PDT. Vale ressaltar que a candidatura de Ciro, assim como a aliança do PT com o PSB constituem uma pressão à direita sobre o Partido dos Trabalhadores

A posição de coitado de Ciro Gomes não comove ninguém, principalmente aqueles setores que acompanharam as ações abertamente golpistas de Ciro Gomes nos últimos meses. Ao contrário do que afirmou na entrevista, Ciro se posicionou ao lado daqueles que vêm impondo uma politica de destruição da economia nacional, buscou aliança com os partidos mais golpistas como o Democratas, o DEM, estreitou relações com uma das instituições mais golpistas do pais, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, a FIESP, por meio do contato com seu amigo pessoal, o vice presidente da empresa, Benjamin Steinbruch, homem que declarou que o trabalhador não precisa de horário de almoço, podendo trabalhar com uma mão e comer com a outra.

Após ter apoio descartado por um setor da direita, o chamado “centrão”, Ciro tentou se reaproximar do PT.

Em relação à suposta lealdade ao ex-presidente Lula, o cinismo é descarado. No seu interesse oportunista pela candidatura e no anseio de agradar os golpistas, Ciro afirmou que Lula não pode ser considerado um preso politico, ou seja, corroborou com a armação e a perseguição feita pelo imperialismo contra o ex-presidente, com o processo fraudulento contra Lula levado a cabo por Sérgio Moro.