Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Brazilian Partido Democratico Trabalhista (PDT) presidential candidate Ciro Gomes talks at a worker's union forum in Sao Paulo, Brazil April 27, 2018. REUTERS/Nacho Doce
|

O candidato abutre, “o rei dos urubus”, Ciro Gomes, afirmou que gostaria de formar uma frente ampla com partidos golpistas, como o PP (de Maluf) e o DEM (do Rodrigo Maia). A declaração, que foi dada para a vice-presidente argentina, Gabriela Michetti, do direitista Mauricio Macri, em si não tem nada de assustadora, já que o DEM é uma dissidência de um antigo partido do Ciro Gomes, o PFL (na época PDS).

Entretanto, serve para demonstrar a alta articulação que está sendo feita entre Ciro e setores importantes da burguesia golpista, como o Rodrigo Maia (DEM) e o Partido Progressista, dois partidos dissidentes da ARENA da Ditadura Militar, de onde surgiu o próprio Ciro Gomes. Esse seria o “Plano B” para alguns esquerdistas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas