HAMBURGUER_1
SHARE
COMANDO DE GREVE

Volta hoje o curso “Democracia, Revolução e Socialismo”

Cinismo: IstoÉ golpista ataca PT para fazer propaganda pela privatização dos Correios

A revista golpista IstoÉ, que faz parte da imprensa golpista no Brasil, portanto ajudou o golpe de estado de 2016, que derrubou a presidenta Dilma PT para estabelecer um governo capacho dos Estados Unidos, justamente para entregar o patrimônio nacional para os americanos, publicou nesta sexta-feira (15-03) uma matéria para reivindicar a privatização da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) com o título: “Como o PT quebrou os Correios”.

O jornalista golpista da IstoÉ, Wlson Lima, que trabalhou no governo direitista do PSB do Distrito Federal, requenta o roteiro calunioso da direita contra o PT, para justificar a afirmação de que os Correios estaria quebrado por motivo do PT, como por exemplo, começar a matéria dizendo que o PT tem “Know-how” em quebrar  empresas públicas:

Seu texto começa com a seguinte afirmação caluniosa e cínica: “É público e notório que o PT conseguiu o feito de destruir uma empresa do porte da Petrobras, não somente com a corrupção desenfreada e desvios bilionários de recursos, mas com a manutenção de um grande propinoduto”

O que é público e notório é que os que acusaram o PT de roubar a Petrobrás, estão entregando o petróleo nacional de graça para as grandes empresas petrolíferas do Mundo, como a Chevron e a Schell, e destruindo a Petrobrás, que na época do PT investia milhões de reais no seu fortalecimento, como a própria descoberta do Pré-sal.

Na sequência a matéria usa outra informação falsa, a de que os Correios é uma empresa falimentar, que entrou no vermelho, um argumento golpista, pois usam a manipulação contábil dentro da ECT, realizada justamente depois do golpe pela turma dos golpistas, Guilherme Campos e  Gilberto Kassab do PSD para justificar a privatização da empresa.

Também é citado no texto o batido e cínico argumento da corrupção dentro das Estatais durante o governo do PT, que só cresceu depois do golpe, para justificar a queda da lucratividade, o que não combina com o regime político que a revista defende, que é o capitalismo, já que a corrupção é parte indissociável do capitalismo.

E pior, a matéria apresenta como solução entregar a decisão do futuro da ECT para o ministro golpista de Jair Bolsonaro, o economista liberal Paulo Guedes, representante dos maiores corruptos do planeta terra, que são os banqueiros.

O próprio Paulo Guedes está sendo investigado em fraudes contra os Correios, como o rombo do Fundo de Pensão da categoria, o Postalis.

E o que mais denuncia que é a matéria é a favor dos tubarões do mercado postal, como a Fedezx e DHL, que querem o fim da ECT como empresa de Correios é a conclusão da matéria, quando o “jornalista” golpista afirma: “O fato é que os Correios são um grande exemplo de empresa que conseguiu quebrar mesmo estando sozinha no mercado. É o cúmulo da incompetência do PT.” Aqui a IstoÉ deixa claro que quer o fim do monopólio estatal na entrega de cartas e encomendas, ou seja, quer a liberdade para os tubarões capitalistas, como a Fedex atuar livremente para abocanhar todo esse mercado pra si.

A verdade é que o mercado de entregas de encomendas é um dos setores que mais cresce no Mundo, e os Correios no Brasil tem uma empresa, a ECT, que pela sua logística teria condições de liderar esse mercado, mas os golpistas estão trabalhando dia e noite para destrui-lá, e contam com ajuda  estimada da imprensa golpista nacional, venal e “paga-pau” dos interesses imperialistas no Brasil.

Somente com a derrubada do golpe e de todos os golpistas é possível manter a ECT e outras estatais funcionando e sob o controle dos trabalhadores. Pelo Fora Bolsonaro e todos os golpistas e pela Liberdade de Lula.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.