CIA confirma o óbvio: militares autorizaram tortura e assassinatos no Brasil

ditadura-militar

A CIA , nos últimos dias revelou que as torturas e assassinatos ocorridos no Brasil durante o regime militar brasileiro foram autorizados pelo Palácio do Planalto, ou seja, pelos presidentes da república da ditadura. É, de fato, uma informação que se refere a algo muito grave:  os horrores da ditadura foram autorizados pelos próprios presidentes.

No entanto, em que pese a gravidade do fato, há que se dizer que não há uma sequer novidade na notícia. Qualquer pessoa que tenha a mínima ideia do que foi a ditadura militar sabe o quão horrorosa ela foi. Todos sabiam o quão horrorosa ela era, principalmente as autoridades de destaque no Brasil durante aquele período.

Aparentemente, a informação caiu como uma bomba em alguns setores da esquerda. Tamanha demonstração de ingenuidade e amadorismo abre espaço para que se possa perguntar, como na expressão popular, se eles realmente são o que parecem ou apenas se fazem.

Já que, aparentemente, a esquerda está cheia de boas intenções, mas também cheia de ingenuidade, tal informação deve servir pelo menos para uma coisa: entender do que o imperialismo – principalmente o norte-americano –  é capaz de fazer contra os povos de países atrasados, que capitular diante dele – como a maior parte de esquerda está fazendo – é uma política suicida e que, ou lutamos contra o golpe ou seremos esmagados.