Menu da Rede

TSE antidemocrático prepara fraude nas eleições

Anterior
Próximo

Denúncia

China pede investigação da ONU sobre genocídios nos EUA e Europa

China denuncia a hipocrisia imperialista ao atacar o País por supostos crimes cometidos contra a humanidade.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Ministro Jiang Duan – Foto: Reprodução

Entre os dias 21 de junho e 15 de julho, acontece a quadragésima sétima sessão do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, em Genebra, Suíça. Na ocasião, Jiang Duan, Ministro da Missão Chinesa na ONU, convocou uma investigação geral dos extermínios realizados pelos Estados Unidos e outras nações ocidentais ao longo da história. Além de citar diversos exemplos há muito conhecidos, Jiang argumenta que tal apuração garantiria que o Ocidente não permanecesse impune frente às atrocidades que cometeu contra a humanidade.

Na atual etapa da luta política da classe operária, a China é alvo de constantes ataques por parte do imperialismo, principalmente do imperialismo norte-americano. Acima de tudo, estas investidas visam garantir que a economia chinesa não se desenvolva, algo que representaria grave ameaça ao monopólio mantido pelos países imperialistas. Nesse sentido, utilizam como pretexto supostas violações dos direitos humanos dos cidadãos chineses – algo historicamente falsificado – para aplicar sanções econômicas unilaterais e impor um bloqueio generalizado à nação chinesa.

O discurso do ministro chinês evidencia a hipocrisia imperialista ao colocar a China como principal vilão autoritário e genocida de todo o mundo, uma vez que este posto já está ocupado pelo próprio imperialismo. Afinal de contas, é sabido que, durante o século XIX, marcado pela violenta neocolonização de países, em sua maioria, pertencentes ao continente africano, centenas de milhares de pessoas foram assassinadas brutalmente pelas nações dominantes do Ocidente. 

Aqui, vale citarmos o genocídio congolês, marcado permanentemente pela estimativa de mais de 10 milhões de pessoas mortas pela administração belga no País (Isidore Ndaywel è Nziem); o extermínio de mais de 3.200 crianças indígenas por parte do Canadá; e o clássico exemplo do processo de colonização ocidental, o assassinato categórico e generalizado da população indígena autóctone nos Estados Unidos, mesmo 100 anos após a fundação do país.

Finalmente, fica claro que a investida imperialista contra a China não parte de uma preocupação real com os Direitos Humanos da população chinesa, mas sim da luta política contra o desenvolvimento de um Estado independente ao imperialismo. Caso contrário, os crimes aqui citados, encabeçados pelo Ocidente imperialista, teriam ampla denúncia por parte das organizações internacionais como a própria ONU. Entretanto, este não é o caso.

Todo e qualquer tipo de ataque contra a China deve ser analisado sob essa perspectiva. Caso contrário, cairemos na propaganda imperialista contra o governo chinês, algo que é, há muito, refutado pelo próprio País, como também pela imprensa independente operária ao redor de todo o mundo.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.