Ásia
Zhu Fenglian criticou os discursos de políticos do Partido Progressita Democrático (PPD) a favor da independência de Taiwan.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
709d4e2e-5c5b-426b-bce5-8e4c5563d2fd_0
Zhu Fenglian, porta-voz do Departamento de Assuntos de Taiwan do Conselho de Estado da China. | Xinhua

Neste sábado (10), Zhu Fenglian, porta-voz do Departamento de Assuntos de Taiwan do Conselho de Estado da China, criticou a fala de políticos do Partido Progressista Democrático (PPD) de Taiwan, que expuseram o interesse de lutar pela independência da ilha.

A porta-voz afirmou também que o PPD age provocativamente e conspira com forças externas. Taiwan não reconhece o Consenso de 1992, que estabelece o princípio de Uma Só China.

Com o fim da guerra civil de 1949 e a vitória do Partido Comunista da China sobre as forças do Kuomintang (KMT), estes últimos fugiram para a Ilha de Formosa e, sob proteção do imperialismo, a declararam como um país independente. Deste então, a questão de Taiwan tem sido uma questão central para a diplomacia chinesa, que não reconhece sua independência, classificando como uma província rebelde.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas