Pressão contra a China
Governo chinês repudiou visita de funcionário dos Estados Unidos a Taiwan, e exigiu que os EUA coloque fim a qualquer tentativa de colocar em risco o princípio de uma única China
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
eua-china
Bandeiras de EUA e China | Foto: Reprodução

O governo chinês repudiou a visita de Alex Azar a Taiwan, já que o intuito do imperialismo norte-americano é o de claramente fortalecer a separação entre Taiwan e China. Segundo o governo chinês, os EUA devem parar imediatamente as tentativas de colocar em risco o princípio de uma única China.

Os EUA têm aumentado a pressão contra a China, com sanções, impedimento da atuação de produtos tecnológicos como o aplicativo TikTok e a empresa de internet Huawei, além de ter colocado em cheque a soberania chinesa no mardo sul do país, em Hong Kong e Taiwan, esta última, a quem os EUA têm vendido armas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas