Desenvolvimento nuclear
A China vem construindo defesas para seu arsenal nuclear, há duas décadas, tanto em terra quanto no mar.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
infpoint6
Arsenal das Forças Armadas da Republica Popular da China | Reprodução

Como resposta à política agressiva do imperialismo estadunidense, o governo chinês decidiu aumentar sua energia nuclear. A China vem construindo defesas para seu arsenal nuclear, há duas décadas, tanto em terra quanto no mar. O objetivo, contudo, é garantir que o país possa conter ou impedir um ataque nuclear, disse Wang Xiangsui, ex-coronel do exército chinês em um comunicado em outubro.

Segundo Wang, o exército chinês construiu uma “grande parede subterrânea” de túneis para ocultar e mover seu arsenal de mísseis balísticos, o que permite garantir a sua segurança, mesmo na pior das hipóteses. Ao se referir às tensões entre Washington e Pequim, o militar alertou que “o lançamento de ataques nucleares contra a China sempre foi uma opção militar para os Estados Unidos”.

O investimento na área militar é necessário para garantir a soberania do país. O governo dos EUA insiste em que o governo chinês entre no Tratado de Redução de Armas Estratégicas (START III) com a Rússia, que expirará em 2021. Todavia, o governo chinês disse que, se os EUA estão dispostos a reduzir seu arsenal nuclear ao nível da China, Pequim também o fará.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas