Chile
Governo chileno faz demagogia e impõe nova série de restrições sob justificativa de evitar uma segunda onda da pandemia.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
(Santiago - Chile, 23/03/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro durante Reunião Bilateral com Presidente do Chile, Sebastián Piñera. Foto: Marcos Corrêa/PR
Os presidentes fascistas Sebastian Piñera (Chile) e Jair Bolsonaro (Brasil). | Foto: Marcos Corrêa/PR

O governo chileno, odiado pela população, impôs uma série de novas medidas restritivas a quase metade da população do país. A quarentena adotada será apenas nos fins de semana.

Entretanto, a medida é bastante criticada. Prefeitos reclamam que não foram consultados sobre a decisão e pelo fato de não ter sido posto nenhuma ajuda financeira ou alimentar aos que não poderão trabalhar.

Outra crítica se deve a inutilidade da medida. Segundo Juan Moreno, conselheiro nacional do Poder Comercial da Unidade Central dos Trabalhadores, fechar shoppings centers no fim de semana é inútil, pois as pessoas se amontoarão nos mesmos durante a semana.

Enquanto fecha o comércio no fim de semana, no Chile, as escolas continuam funcionando e turistas podem entrar livremente no país, sem necessidade de isolarem-se por duas semanas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas