Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Uma das partidas mais esperadas valendo pelas oitavas de final do torneio mais importante da Europa, a Liga dos Campeões do continente, aconteceu na terça-feira, em Londres, colocando frente a frente duas das maiores forças do futebol europeu.

Chelsea e Barcelona fizeram um jogo bastante movimentado – como era de se esperar – com as duas equipes buscando o ataque e criando jogadas sempre verticais em direção ao gol.

No cômputo geral, houve um equilíbrio em toda a partida, não havendo superioridade marcante por parte de nenhuma das duas equipes, embora o Chelsea, explorando o fator casa e empurrado por sua numerosa e fanática torcida (que lotou o estádio), tenha criado um número maior de jogadas em direção ao gol adversário.

O destaque do confronto não ficou por conta de Lionel Messi – a estrela do time Catalão. O craque da partida foi o brasileiro William, meia-atacante do time inglês, que participou de todas as principais jogadas de ataque do Chelsea. O titular da seleção brasileira fez uma partida praticamente impecável, colocando duas bolas na trave e marcando o gol que abriu o placar para os donos da casa. William recebeu a bola na entrada da área, limpou para a direita e bateu rasteiro no canto esquerdo, sem chance de defesa para o bom goleiro do Barcelona. Estava aberto o placar aos 17 minutos da etapa complementar.

O Barcelona, no entanto, não estava disposto a voltar para casa com uma derrota na bagagem. A partida se mantinha equilibrada e o time inglês não se acomodou depois da abertura do placar, pois continuou ofensivo. O gol de empate da equipe da Catalunha, todavia, não saiu de nenhuma jogada criada pelo ataque. Messi não estava numa noite inspirada e tudo indicava que passaria mais uma vez sem marcar contra o Chelsea. O “matador” Suarez também não brilhou e teve atuação apenas discreta. Foi necessária uma falha da defesa inglesa para que o gol de empate acontecesse. Numa saída de bola da defesa, o defensor do Chelsea foi tentar dar um passe e a bola foi cair nos pés do habilidoso Iniesta, que avançou à área e tocou para Lionel Messi colocar com categoria no canto direito do goleiro dos azuis londrinos. Era o empate em Stamford Bridge. Depois de igualar o placar, o Barcelona soube administrar o resultado, que lhe dá uma pequena vantagem para o segundo confronto, no dia 14 de março, desta vez em casa, diante de sua torcida. Vamos aguardar com expectativa, pois será jogão, a exemplo do que foi este primeiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas