Crise política nos EUA
O chefe do Pentágono Mark Esper declarou que não é favorável ao uso da guarda nacional e das forças armadas para controlar os protestos nos EUA, entrando em colisão com Trump
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Esper Press Conference
Mark Esper, chefe do Pentágono | Foto: Brandy Nicole Mejia

Mark Esper, chefe do Pentágono, Departamento de Defesa dos EUA, declarou que é contrário à utilização da Guarda Nacional e das forças armadas para o controle dos protestos que estão acontecendo nos EUA desde a morte de George Floyd, assassinado por 4 policiais, em 25 de maior.

Esper foi contrário a ideia de fazer uso de uma lei chamada de “Lei de insurreição” de 1807, que serve como medida de proteção do estado burguês em uma possível tentativa de a população o colocar abaixo. Trump deseja colocar essa lei em prática já, no atual momento.

A discordância dos dois setores demonstra o tamanho da crise política vivida nos Estados Unidos, a maior em muito tempo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas