Extinção da PM, já!
A Polícia Militar é um órgão integralmente fascista, cuja principal função é dizimar os pobres; sendo assim, precisa ser extinta imediatamente
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Operação Rodovia Mais Segura. Local:  São Paulo/SP Data: 218/04/2018. Foto: Governo do Estado de São Paulo
PMs saem novamente impunes. Foto ilustrativa: Governo do Estado de São Paulo |

Da redação – A Corregedoria da Polícia Militar de São Paulo considerou legal a chacina promovida pelos funcionários da corporação em Paraisópolis, no final do ano passado, que assassinaram nove jovens que participavam de um baile funk na favela paulistana.

O Inquérito Policial Militar foi concluído hoje (07) e apurava ação de 31 PMs na chacina. Assim, a investigação foi arquivada. A Polícia Civil ainda investiga o ocorrido.

Segundo a imprensa burguesa, que a todo o momento defendeu a ação criminosa da PM e indicou que as vítimas haviam morrido porque foram pisoteadas, o relatório da Corregedoria afirma que a ação dos PMs foi lícita e em legítima defesa, sequer praticando infração militar.

Esse caso corrobora pela enésima vez as denúncias de quão fascista é a PM e que não se trata de ações pontuais executadas por indivíduos isolados dentro da corporação, mas sim uma política oficial e hierarquizada.

A Polícia Militar é um órgão integralmente fascista, cuja principal função é dizimar os pobres, assassinar, estuprar, torturar e reprimir a classe operária e demais camadas inferiores da sociedade para proteger os privilégios da burguesia. Sendo assim, precisa ser extinta imediatamente.

Nesse processo, é fundamental que, nos bairros populares como é o caso de Paraisópolis, sejam formados comitês de autodefesa para justamente proteger a população desse tipo de ataque, e como embriões de milícias populares que substituam a polícia para verdadeiramente fazerem a segurança da população.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas