Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

No dia 26 de março, segunda-feira, acontece o julgamento do recurso da defesa de Lula no TRF 4. Condenado a 12 anos e um mês de prisão pelos desembargadores no dia 25 de janeiro, tudo indica que o resultado do julgamento do recurso será a condenação e a consequente prisão do ex-presidente. O STF votou na última quinta-feira, dia 22, o habeas corpus de Lula, o que adiou a possibilidade de prisão para o dia 4 de abril.

Essa manobra, no entanto, serve apenas como um despiste para o fato concreto que é a iminência da prisão. O único medo real do Judiciário golpista e da direita em geral é que a prisão de Lula possa gerar uma imensa reação que coloque abaixo o próprio regime político.

Se existe alguma maneira de impedir que o Judiciário golpista prenda Lula é mobilizando os amplos setores das massas para sair às ruas. A primeira tarefa é sair às ruas no dia 26 de março, mostrando para os desembargadores fascistas do TRF4 que o povo não vai aceitar a condenação. Na realidade, é preciso mostrar para a direita de conjunto que a prisão de Lula vai significar uma crise para todos os planos golpistas.

A mobilização não pode ser um movimento eleitoral, mas deve ser uma mobilização real, imbuída de não deixar prender Lula. As organizações populares, partidos de esquerda, a CUT e os sindicatos precisam colocar em marcha um trabalho de agitação denunciando para os trabalhadores nos bairros e nas fábricas o que está em jogo com a prisão de Lula. A mobilização deve se transformar em um amplo movimento político contra o golpe e contra a prisão de Lula, e claro, contra as medidas que os golpistas estão colocando em prática como a reforma da Previdência, trabalhista, privatizações, corte de verbas. A prisão de Lula será um passo importante para que o golpe consolide todas essas medidas anti-populares.

Por isso, no dia 26 de março e no dia 4 de abril, os trabalhadores devem sair às ruas determinados a não deixar prender. Se for preciso, cercar Lula em sua casa e impedir que a Polícia Federal chegue perto do ex-presidente.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas